A Eslováquia e o acordo Mercosul-UE

A Eslováquia elegeu recentemente a ativista ambiental Zuzana Caputova para a presidência da República, e o recente aumento das queimadas na Amazônia pode fazer com que o país vete a assinatura do acordo entre Mercosul e UE. Este foi o destaque da sabatina do diplomata Eduardo Gradilone na Comissão de Relações Exteriores do Senado ontem (10), quando teve seu nome aprovado para a chefia da embaixada do Brasil na nação do leste europeu.

“Caputova é a ativista política mais popular da Eslováquia e é marcada por uma forte postura ambientalista. Ela assumiu a presidência em junho, e já temos sentido cobranças. Isso pode repercutir, sim, na ratificação do país ao acordo Mercosul-UE. Outra coisa que repercutiu muito lá foi a operação Carne Fraca, que até hoje exige esforços da nossa embaixada buscando reverter prejuízos nas exportações. O cenário é desafiador, porque a presidente Caputova já disse que vai criar problemas devido à política ambiental brasileira”, disse Gradilone (Ag.Senado).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap