Sacolas Literárias garante leitura e diversão para crianças

  • Save
Livros são enviados para as casas das crianças e adolescentes. Foto: maristaescolassociais.org/reprodução

Incentivar o hábito da leitura durante o período de isolamento social é um dos grandes desafios das escolas, pais e professores. Mas se os livros chegassem até a casa dos alunos? Essa é a intenção do Sacolas Literárias, projeto criado pelo Marista Escola Social Ecológica, que atende gratuitamente crianças e adolescentes em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba.

Por meio da iniciativa, a cada quinzena, os estudantes têm a oportunidade de levar para casa uma sacola com livros, que é entregue junto com as atividades escolares impressas. O projeto objetiva levar a leitura como ferramenta de aprendizagem, diversão e ludicidade para crianças e adolescentes. “Neste período, surgiu a necessidade de levar a biblioteca para a casa dos estudantes, oportunizando o acesso à leitura. Esses benefícios não são somente para eles, mas se estendem a todos que residem na mesma casa”, revela a diretora, Gillys da Silva.

A escolha dos livros é feita pela equipe da biblioteca e coordenação pedagógica da Escola com base nos cadastros dos alunos. “Quando observamos que tem outras crianças na mesma casa, irmãos, pais e avós, enviamos livros que possam também ser aproveitados por eles, para a leitura em família, e também individualmente”, reforça a coordenadora pedagógica Suellen Cristine Fernandes.

Desde o início do projeto, já foram emprestados cerca de 500 livros, que proporcionam benefícios que vão muito além da leitura. Para alunos entre 11 e 13 anos, faixa etária que maior procura o serviço, a leitura pode ajudar na compreensão do momento atual e também contribui para o bem-estar. “Nessa fase o hábito de ler pode contribuir para a compreensão de textos, aumento da criatividade e na diminuição do stress e da ansiedade, principalmente diante do momento que estamos vivendo no mundo’, reforça Suelen.

Para a adolescente Geovana Voinaski, estudante do 8º ano, a leitura se tornou uma aliada durante o isolamento social. “Depois que comecei a pegar a sacola literária, à noite me desligo totalmente do celular e entro no mundo do livro., Sempre gostei de ler, mas nesse momento ter livros em casa me ajuda especialmente ”, afirma.

A estudante também divide os momentos de leitura com a família. “Eles começaram a se interessar pelos livros que chegavam na sacola, e acabo compartilhando com eles as histórias que gosto”, conta. Fonte: (https://maristaescolassociais.org.br/).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap