A importância de um bom mestre

Augusto Roque (*)

Na nossa vida, em cada etapa, diversos mestres nos são apresentados e têm um papel crucial na nossa formação. Logo ao nascer, os nossos pais e avós assumem o papel orientador, nos incentivando a dar os primeiros passos e a balbuciar as primeiras palavras. Eles orientam a nossa vida, nosso caráter e estipulam o “modus operandi” de uma casa e uma família.
Como também precisamos ter novas visões, entram em cena novos mestres: o melhor amigo, que aconselha sobre algumas decisões importantes que tomaremos, o professor do futebol (ou o técnico daquela modalidade esportiva que escolheu), que estimula o trabalho em equipe, a disciplina, o comprometimento coletivo como resultado e os professores da escola que nos dão a base fundamental do saber. Eles são exemplos de mestres que se fazem presentes na nossa formação.
Feito todo o alicerce do conhecimento e da formação de uma pessoa, os ensinamentos vão sendo aplicados a medida em que vamos crescendo e evoluindo como seres humanos. Faltam, entretanto, os mestres organizacionais: aqueles que nos dão o senso de comprometimento e responsabilidade com o negócio. Infelizmente, poucos empreendedores valorizam estes mestres, que motivam, incentivam e orientam em busca do crescimento contínuo e do atingimento das metas empresariais.
Esses mestres, geralmente com experiência como diretores, líderes, gerentes, são fundamentais para a formação técnica e empresarial do empreendedor. Sem eles, possivelmente, as dificuldade nas respectivas empresas, muitas vezes um objetivo claro definido, acabam aumentando fazendo com que o novo empresário acabe aceitando realizar qualquer tipo de atividade, sem ter algo que tenha sentido com o Propósito organizacional.
Na vida de um empreendedor, um bom mestre inspira e ajuda a forma como a organização irá atuar. Quantas vezes ouvimos falar importância de fazer com qualidade, comprometimento e, acima de tudo, aprender sempre, não é? A cada novo cliente, um novo aprendizado. Uma nova experiência. Mas você se lembra de um bom mestre, que te inspirou e inspira dando dicas e caminhos para o sucesso do seu negócio?
Pois é, com a ajuda, influência e inspiração de diversos mestres o empreendedor pode formar seu senso crítico em busca do atingimento dos objetivos empresariais e, porque não, pessoais. Porém, em dias conturbados como estes em que vivemos, onde a individualidade impera e conduz nossas ações e influencia nossas atitudes, muitas vezes esquecemos de valorizar justamente aquelas pessoas que invisivelmente foram importantes na nossa vida.
Desta forma, a cada etapa da sua vida, valorize o seu mestre, aquela pessoa que te inspira e contribui contigo para você ser um empreendedor melhor.
Até a próxima!

(*) É Membro dos Empreendedores Compulsivos, Diretor da Curso e Percurso, especialista em Propósito, Felicidade, RH 4.0 e Empreendedorismo, com mais de 20 anos de experiência como executivo, palestrante, professor e consultor. Tem Mestrado em Bem-Estar e Inovação pela FEI-SP e é bacharel em Administração pela FEI-SP. Saiba mais em compulsivos.org ou pelo email: [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap