‘Não vamos tirar o pé’, diz CEO da Ducati no Brasil

  • Save
A Scrambler Icon é uma moto para uso em qualquer condição, ideal para atender às demandas. Foto: Ducati/Divulgação

A marca italiana Ducati está investindo em lives e conversas virtuais para se comunicar com o público e o mercado durante a pandemia. Para isso, a marca lançou a “Live Ducati”, e o CEO da empresa no Brasil, Diego Borghi, participou de um debate sobre o futuro do mercado das duas rodas com o CEO da Regus e Spaces no país, Tiago Alves.
“Precisamos refazer nossos planejamentos, repensamos as formas de agir para 2020. Tivemos um ano de 2019 bem bacana, com crescimento de 19%.

Dentro do grupo, fomos uma das três subsidiárias que mais apresentaram crescimento no ano passado. A gente vai manter nossos pilares sólidos para 2020. Não vamos tirar o pé de jeito nenhum. A gente entende o cenário novo, mas estamos bem otimistas com o pós-pandemia”, disse Borghi durante a conversa. Fazendo uma análise do setor, o executivo destacou que o ano de 2019 marcou a “luz no fim do túnel” para as duas rodas no país, mas que a inesperada pandemia acabou criando uma “crise sem precedentes”.

“Durante a pandemia, a gente conseguiu observar uma coisa muito interessante. O transporte de basicamente tudo para a casa das pessoas é feito em duas rodas. Itens de comida, de entrega, de lojas. Hoje, duas rodas ajudam muito a levar tudo para a casa das pessoas”, ressaltou. Borghi também destacou que o Brasil é um dos “cinco maiores países” no mercado de duas rodas e que isso deixa a nação em uma posição “estratégica”.

O projeto “Live Ducati” estreou no último dia 18 e abordou o novo modelo da moto Scrambler Icon e também como a marca italiana se adaptou à pandemia. “Diante do cenário atual, onde enfrentamos essa pandemia do coronavírus, a proposta de uma live consegue nos deixar um pouco mais próximos, mas de maneira segura e seguindo todos os protocolos oficiais”, destacou Borghi.

O CEO da Ducati no Brasil ainda disse que a rede de concessionárias da marca se adaptou ao momento. Segundo Borghi, coisas simples ganharam uma nova importância. “A rede vem trabalhando com postagens informativas nas redes sociais, que têm sido ferramentas fundamentais para manter o cliente bem informado”, ressaltou. Sobre a Scrambler Icon, Borghi ressaltou que a história da moto começou em 1962, “quando foi criada para atender ao mercado americano devido à demanda criada pelo legendário ator Steve McQueen” (ANSA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap