2021: o ano da reação das empresas à pandemia

Uma pesquisa realizada pelo Boston Consulting Group (BCG), em 2018, apontava que 98% das empresas, quando pesquisadas no ambiente digital, não estão em todas as plataformas de mapas e listas de forma integrada, gerando perdas significativas nos negócios. E, embora já tenha passado mais de dois anos da pesquisa, a realidade segue a mesma para muitas empresas.

“Se lá atrás isso já era um problema, imagina agora com a migração das grandes empresas para o ambiente digital? A internet tem muitas informações e serviços e não estar em mapas e listas de forma integrada significa se perder nesse mar conteúdo, não aparecer para o público que precisa, e por consequência, perder oportunidades de negócios”, fala Felipe Caezar CEO da startup HubLocal.

O executivo complementa que o mais importante é que as empresas de comércio e serviços estejam em elevada presença nas plataformas de buscas da internet, como Google Maps, Foursquare e Waze e de forma integrada. Não adianta estar com informações imprecisas em alguns deles, pois isso vai impactar na busca do consumidor. “Cada sistema de busca e cada aplicativo no mercado possui diretrizes diferentes. É preciso entender todos esses sistemas e compreender o que faz com que a empresa se torne mais visível. É a questão da encontrabilidade, que gera um retorno nos negócios muito significativo”, aponta.

Um case que comprova a importância de estar bem posicionado em ambientes digitais e que pode servir de referência para outras empresas nessa fase de retomada é a rede de farmácias Pague Menos. A empresa, cliente da startup, viu crescer em 150 mil o número de ligações de clientes procurando medicamentos. Ainda na esteira de bons resultados, a rede de laboratórios de exames Clementino Fraga viu o faturamento dobrar após adotarem a estratégia de presença digital.

E um detalhe, ainda que pareça óbvio, mas que faz com que empresas percam negócios é que muitas não têm o mesmo nome, endereço e telefone (NET) em toda a web. “É comum empresas serem cadastradas por diferentes usuários nos mais distintos mapas e listas da internet. É importante confirmar se o seu NET está correto em todos os seus perfis nas mídias sociais e diretórios online. Se o Google encontrar informações conflituosas para o seu negócio, ele pode não atribuir nenhuma das informações a você. Ou pior: você pode ser penalizado”.

2021 ainda será um ano difícil do ponto de vista econômico. Mesmo com a chegada da vacina, a economia deve ter uma retomada lenta e gradual. Mas o e-commerce já mostrou a sua força e as empresas que usarem as estratégias corretas podem gerar negócios e se destacar de concorrentes. “O ambiente digital já provou que pode gerar empregos e fazer a economia crescer, então, ganha quem aproveitar esse momento. É a hora das empresas reagirem ao coronavírus”, finaliza Felipe. – Fonte: (https://hublocal.com.br/).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap