Pós-graduação: quando e qual curso escolher?

Quando é o momento ideal de iniciar uma pós-graduação? É melhor iniciar uma especialização logo depois da Graduação? Ou é melhor esperar um momento profissional mais maduro, tendo em vistas ser promovido no emprego?

Segundo o coordenador de cursos de pós-graduação da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP), Roberto Flores Falcao, o importante é ter consciência de que o mundo mutável, inconstante e turbulento em que vivemos impõe a necessidade de constante atualização.

“Ao longo dos últimos anos, muitos alunos têm me procurado para saber qual curso de pós-graduação eu considero a melhor opção. Minha resposta se inicia sempre da mesma forma: não existe ‘a melhor’ pós-graduação. Existe o curso mais indicado para cada indivíduo de acordo com cada situação de vida e objetivos acadêmicos e profissionais”.

Segunda pesquisa produzida pelo Instituto Semesp mostrou que, com a pandemia, cresceu o número de brasileiros buscando por especialização. Em 2021 houve aumento de 4,8% no número de alunos, ultrapassou os 1,3 milhão de estudantes. Entre os alunos do mestrado e doutorado, houve um crescimento considerável de 18,1% em 2021, chegando a 441 mil matrículas.

O educador diz que se o indivíduo está avaliando a possibilidade de cursar uma Pós-graduação, deve tentar responder a seguinte pergunta: o que eu busco com essa pós; qual meu objetivo com o curso? – A resposta pode ser alguma das opções abaixo:

• Preciso adquirir conhecimentos da minha área que não foram aprendidos ao longo da graduação;

• Pretendo mudar de área e preciso ampliar meus conhecimentos;

• Vou assumir um cargo gerencial e liderar pessoas, mas não domino ferramentas e modelos administrativos;

• Sinto a necessidade de atualizar meus conhecimentos, pois me formei há muito tempo;

• Para ser promovida, minha empresa (meu plano de carreira) exige cursos de pós-graduação;

• Quero passar a dar aulas, seja assumindo uma carreira acadêmica ou apenas como atividade complementar à minha ocupação principal.

“Essas são apenas algumas das situações que podem levar o profissional a considerar uma Pós-graduação e para cada uma, um curso diferente pode ser mais indicado: uma especialização, um MBA, um mestrado profissional, um mestrado acadêmico ou mesmo um curso livre, de extensão”, explica. – Fonte e mais informações: (https://www.linkedin.com/company/fecap/).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap