O desempenho das pizzarias gigantes

Se você tem o hábito de pedir pizza no final de semana já deve ter percebido que, assim como outros alimentos, o preço da iguaria aumentou. Rodrigo Lima, analista de investimentos e editor de conteúdo da Stake, plataforma que conecta pessoas de diferentes países à oportunidades de investimentos, explica que esse aumento no valor final do produto não necessariamente implica em um lucro maior para as pizzarias.

“Muito pelo contrário: ao menos é o que vemos no caso da Domino’s, uma das maiores pizzarias do planeta. No primeiro trimestre de 2022 a companhia viu seu lucro líquido cair -22%, pressionado por problemas logísticos, inflação de insumos e aumento do custo de financiamento da sua dívida. Com isso, suas ações, que foram um dos melhores investimentos nas últimas décadas, caem -26,5% no ano”, afirma.
Lima.

A Domino’s não está sozinha. “A rede de pizzarias Papa John’s também acumula perdas de -34,6% em 2022, aguardando a concretização de rumores sobre uma possível aquisição que seria capaz de melhorar a receita da companhia. Dentre as empresas do setor, quem teve a melhor performance foi a Yum! Brands, que cai -13,1% no ano.

O segredo para uma performance superior está na sua maior margem de lucro bruta (cerca de 41% contra cerca de 30% das outras companhias) e também na diversificação de seu portfólio: além da Pizza Hut, a companhia é dona também das redes de fast-food Taco Bell e KFC, o que reduz a importância da receita da pizzaria para a empresa”, finaliza. Fonte: (https://hellostake.com/pt).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap