Maior mercado do país “mesmo com crise”: e-commerce sobrevive

  • Save
Marcos Viana. Foto: Envato Elements

Marcos Viana (*)

A economia mundial tem vivido tempos de grandes incertezas e instabilidades, em especial depois que o mundo foi surpreendido com o novo Coronavírus. Muitas empresas estão correndo sérios riscos de fecharem as portas, várias pessoas foram demitidas, e muito mais… Diante disso, duas coisas são certas: não é possível prever o fim dessa crise, e nem como o mercado se comporta quando tudo isso terminar.
Porém, há um mercado que não parou de crescer. E que, mesmo com a crise, ele tem sobrevivido. É o E-commerce, um exemplo de mercado que cresceu a passos largos nos últimos anos. Cada vez mais as pessoas estão buscando toda a praticidade que essa modalidade oferece, permitindo que o consumidor possa adquirir o produto que deseja, sem precisar sair de casa. Se, antes da crise, o e-commerce já estava crescendo tanto, com a pandemia da Covid-19, essa realidade ficou ainda mais em evidência. Afinal de contas, mesmo com a crise, o e-commerce tem sobrevivido muito bem.

O e-commerce tem apresentado um aumento no faturamento desde o início da crise. Mas o que contribuiu para que isso viesse a ocorrer?
De acordo com a orientação do Ministério da Saúde, todas as pessoas devem permanecer dentro de suas casas, como medida preventiva para evitar a proliferação do Coronavírus. Com isso, estão tendo que comprar pela internet praticamente tudo o que precisam. Inclusive, até mesmo os produtos mais essenciais comprados em lojas online. E isso fez com que o faturamento dessas lojas aumentasse de forma substancial.

Diante do cenário, especialistas estão certos de que haverá uma mudança geral em tudo o que estávamos acostumados até então. E um exemplo claro são as compras pela internet. Até então, muitas pessoas não tinham muita afinidade com o mercado eletrônico, não tinham interesse, e não sabiam como ele poderia ser um grande aliado no dia a dia. Por isso, atualmente, até mesmo quem nunca havia comprado pela internet passou a comprar. E esse foi um dos motivos que contribuiu para o crescimento desse mercado.

De acordo com especialistas da expert option, esse crescimento tende a continuar se expandindo mesmo depois da crise. Afinal de contas, a comodidade e a praticidade que as compras online oferecem conquistam qualquer perfil de consumidor. Analisando um cenário mais otimista, pelo menos para o e-commerce, os especialistas acreditam que os consumidores tendem a migrar, cada vez mais, para o mercado eletrônico.

Por isso, para quem quer alavancar as suas vendas, nada como apostar no e-commerce. Afinal de contas, quem já compra tende a comprar cada vez mais em lojas online. E quem ainda não comprou, terá a melhor experiência possível. Tudo isso serve para consolidar o e-commerce como o maior mercado do país.

(*) – Formado em Medicina pela UnB, fez Contabilidade e mercado financeiro na UDF e é apaixonado pela escrita de artigos e Marketing Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap