Dia dos Namorados: compras on-line requerem atenção

Com a pandemia da Covid-19, os casais que desejam presentear neste Dia dos Namorados precisarão aderir ao e-commerce, pois na maior parte das regiões do país as lojas físicas permanecem fechadas. Se, por um lado, a internet oferece comodidade, mais opções e, atualmente, segurança à saúde, por outro, há o risco de golpes virtuais.

De acordo com Oscar Zuccarelli, gerente de Segurança da Informação da Certisign, empresa especializada em segurança digital, é nestas épocas de alta do varejo que os cibercriminosos costumam enviar e-mails com ofertas arrasadoras e links falsos que direcionam para cópias de sites famosos. Ao clicar, o internauta tem suas informações capturadas. “Este golpe é conhecido como Phishing. Ele é usado para fisgar dados pessoais e financeiros, como o número de CPF e senhas”.

Os ambientes virtuais mais atingidos por phishing são: bancos, webmails e o e-commerce. Segundo o relatório da Phishing Activity Trends Report, da APWG (Anti-Phishing Working Group), no Brasil, os golpes de Phishing, cresceram 239%, no primeiro trimestre de 2020, quando comparado ao mesmo período do ano passado. De acordo com o especialista, desconfiar de preços muito abaixo da média do mercado é o primeiro passo. Depois é preciso analisar o endereço de e-mail pelo qual a oferta foi enviada ou a URL do site em questão.

“Falando de páginas da web especificamente, o consumidor deve observar, também, se na barra de endereços consta um cadeado e se há um ‘S’ no final do ‘HTTP’, ficando “HTTPS”. Esses são alguns dos sinais de que o site é protegido por um Certificado SSL”. O SSL protege todos os dados trafegados no site por meio da criptografia, impossibilitando, assim, a interceptação destas informações.

“Como na internet todo cuidado é pouco, outra dica é que o consumidor clique no cadeado para conferir as informações do SSL em questão e se ele foi emitido, de fato, para a página onde ele está configurado. É importante também fazer o mesmo processo no selo de segurança, como o de Site Seguro, que fica geralmente localizado no rodapé da página”, acrescenta.

Por fim, a ortografia e a identidade visual do site ou do e-mail também devem ser observadas. De acordo com o especialista, empresas de credibilidade se preocupam em fornecer informações claras e escritas de forma correta, além de terem uma identidade visual sólida e cuidadosamente elaborada. “Se determinada marca sempre faz suas peças com a mesma fonte, cor, estilo e forma de escrita, fuja dos e-mails, banners e sites que não seguirem este padrão”, conclui. Fonte e mais informações: (www.certisign.com.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap