OCDE prevê queda de 4% na economia brasileira

Reprodução
  • Save

OCDE: o Brasil está passando por uma recessão profunda e só deve começar a emergir da retração em 2017.

A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) prevê queda da economia brasileira de 4%, este ano. De acordo com as previsões divulgadas ontem (18) no boletim Perspectivas Econômicas da OCDE, em 2017 o PIB deve ficar estável. Para 2015, a projeção de queda é 3,8%.
Segundo a OCDE, o Brasil está passando por uma recessão profunda e só deve começar a emergir da retração em 2017. A China deve continuar a reequilibrar sua economia, desde a produção até os serviços, com previsão de crescimento de 6,5% em 2016 e 6,2% em 2017. A Índia vai continuar a crescer de forma robusta: 7,4% em 2016 e 7,3% 2017, diz a OCDE. A projeção para o crescimento da economia mundial este ano foi revisada para 3%, menos 0,3 pontos percentuais do que a estimativa anterior.
A organização informa que a revisão é resultado, entre outros fatores, de um corte do investimento e de “um risco substancial” de instabilidade financeira. Para a OCDE, a economia mundial continua debilitada e exige reação urgente dos poderes públicos, com mudanças na combinação de políticas para enfrentar o fraco crescimento atual de forma mais eficaz (ABr).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap