69 views 2 mins

Declarações do IR em SP não chegaram nem à metade

em Manchete
segunda-feira, 10 de abril de 2017
Divulgação

Divulgação

São Paulo – O total de declarações do IRPF recebido pela Receita Federal no Estado de São Paulo não atingiu ainda nem à metade do esperado, faltando menos de um mês para o término do prazo fixado. Até o último balanço, foram entregues 2,6 milhões de declarações na capital e no interior paulista, quando o esperado girava em torno de 9 milhões.
Para quem tem que correr atrás de documentos e serviços para a prestação de contas, resta pouco tempo porque o número de dias úteis foi encurtado pelos dois feriados neste mês, o da Páscoa, nesta semana, e o de Tiradentes, dia 21. A Receita explica que os números estão dentro da normalidade e para o município de SP estão cerca de 10% superiores aos verificados na mesma data no ano passado. Mas, mesmo assim, há uma concentração bastante significativa na entrega nas últimas duas semanas do prazo.
O órgão informa ainda que não há nenhuma previsão de prorrogação do prazo de entrega. Desde 1996 não ocorre mais prorrogações no prazo de entrega da declaração do IR, fixada para o último dia útil do mês de abril de cada ano. O professor Alexandre Cabral, da Fundação Instituto de Administração (FIA), explica que quem não está precisando do dinheiro com urgência deve deixar para fazer a declaração no final do prazo para receber a restituição mais para frente, com o valor corrigido pela Selic – atualmente em 12,25%.
Cláudio Damasceno, presidente do Sindifisco Nacional, alerta para o prazo. Quem entrega na última hora provavelmente recebe a restituição apenas nos últimos lotes, já que a Receita analisa as declarações por ordem de chegada (AE).