50 views 2 mins

‘Alguns sentam na cadeira antes da hora’

em Manchete
quinta-feira, 14 de abril de 2016

Divulgação

Presidente do PT, Rui Falcão.

Brasília – O presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou ontem (14), que o vice-presidente da República, Michel Temer, conspira e trai sua companheira de chapa, a presidente Dilma Rousseff. Sem citar o nome do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, Falcão disse ainda achar lamentável que o processo de impeachment seja conduzido por alguém que é réu de vários processos no STF. As declarações foram dadas em coletiva de imprensa na sede do partido em Brasília.
“Alguns sentam na cadeira antes da hora, o que revela até certa empáfia e arrogância, um desejo de ter o poder a qualquer custo”, comentou. Segundo ele, o recente áudio de Temer, vazado pelo WhatsApp, mostra que um dos primeiros pontos de um eventual novo governo seria impor sacrifícios à população. Além disso, “há a suposição de que existem motivos sinistros por trás dessa tentativa de golpe, com expectativas de que as apurações (da Lava Jato) e o combate à corrupção sejam interrompidos”.
“No vazamento do áudio (de Temer) não há nenhuma vez a palavra corrupção e todo dia a população fala nisso e quer que continue a se combater, como foi feito desde o começo do governo”. O presidente do PT afirmou ser um erro acreditar que, ao se derrubar um governo democraticamente eleito, o País terá estabilidade, paz, segurança e desenvolvimento econômico. “Ao contrário, quem não respeita o voto popular vai mergulhar o País no caos e instabilidade permanentes” (AE).