85 views 2 mins

Marcas que não sejam socioambientalmente responsável são abandonadas

em Mais
quarta-feira, 07 de fevereiro de 2024

Cerca de 56% dos consumidores afirmaram que já deixaram de consumir produtos ou serviços de uma empresa por que ela não se preocupa com questões ambientais e sociais, aponta o Índice do Setor de Sustentabilidade 2023 da Kantar.

O estudo mapeou a percepção de pessoas de 33 países diferentes sobre as práticas ESG – Environmental, Social, and Governance – em português, ambiental, social e governança. O levantamento mostra que investir em questões ESG agora é essencial para as organizações se manterem relevantes no mercado, e a norma ISO 14001 – Sistema de Gestão Ambiental – é uma aliada para implementar práticas ambientalmente sustentáveis.

“O estudo revela uma mudança significativa no comportamento do consumidor, destacando que a responsabilidade socioambiental não é mais uma opção, e sim essencial para a continuidade do negócio”, avalia Ricardo Fragoso, vice-presidente de ESG da Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac).

“Mesmo sendo um referencial voltado para o meio ambiente, a norma também defende a consulta e o engajamento das partes interessadas, incluindo comunidades locais e grupos sociais, além de organizar processos dentro da organização, possibilitando uma governança otimizada e transparente”, completa.

A ISO possibilita ações como reciclagem, consumo consciente de energia e redução das emissões de GEE. A norma implementa a metodologia Plan, Do, Check, Act (PDCA), planejar, fazer, checar e agir em português, permitindo às organizações evoluírem nos resultados, mesmo que já sejam positivos. Para empresas que desejam implementar e se certificar com a ISO 14001, o primeiro passo é localizar os problemas na gestão e planejar ações que os resolvam; depois, executá-las, acompanhar o desempenho e, se necessário, corrigir os insucessos.

Em seguida, é preciso entrar em contato com um organismo certificador acreditado pelo Inmetro e solicitar o serviço de certificação. “Empresas que buscam a certificação ISO 14001 não estão apenas atendendo a padrões internacionais, mas também investindo no fortalecimento de sua reputação e no alinhamento com as expectativas crescentes dos consumidores”, conclui Fragoso. – Fonte e outras informações: (https://abrac-ac.org.br/).