Black Friday para os empreendedores de primeira viagem

Segundo levantamento da Loja Integrada – plataforma para criação de lojas virtuais mais popular do Brasil, com mais de 2,5 milhão de lojas criadas – só em 2020 foram abertas, em média, 43 mil novas lojas virtuais por mês. Desde o início da pandemia, esses novos varejistas estão ajudando a movimentar o setor e muitos, irão passar pela sua primeira maratona de vendas na Black Friday deste ano.

“Os pequenos e médios empreendedores estão mudando o mercado, oferecendo ainda mais conveniência para o consumidor que foi limitado pela pandemia. A digitalização dos negócios já é realidade para quem quer vender e para quem quer comprar e por isso a Black Friday deste ano promete bater recordes de número de lojistas maduros, lojistas de primeira viagem e compradores, comenta Pedro Henrique Freitas, CEO da Loja Integrada.

Como forma de incentivar e democratizar o acesso à informação de qualidade e educação no e-commerce que a Loja Integrada separou dicas para ajudar os lojistas de primeira viagem a se prepararem para a data na reta final que antecede a Black Friday. Confira:

. Na semana da Black Friday, é preciso conferir os produtos disponíveis no estoque e manter esse número sempre atualizado. “Isso evitará que o lojista venda mais do que tem ou, até mesmo, perca vendas porque acabaram seus produtos”, explica o executivo.

. Utilize as redes sociais como canal de vendas e relacionamento – São ferramentas que devem ser parceiras dos lojistas de primeira viagem. Entre as mais utilizadas em estratégias de vendas estão, respectivamente, Instagram, Facebook e WhatsApp. Entre os benefícios oferecidos aos clientes, o lojista pode: oferecer descontos em produtos avulsos ou em combo, frete grátis e brindes.

“O Instagram se tornou a Rede Social com maior engajamento e, com ela, o lojista consegue falar direto com seu consumidor. Além disso, é possível criar anúncios direcionados, anúncios por Hashtags e outras inúmeras ações que tem ajudado o empreendedor digital a se destacar na internet. A ferramenta se tornou a principal aliada de quem vende online e, por isso, será destaque também nessa Black Friday”, comenta o especialista.

. Pense na logística e promova boa experiência ao usuário – Com o aumento do volume de entregas na Black Friday, é essencial planejar a logística e especificar ao consumidor um prazo viável. Caso necessário, o lojista pode adicionar mais alguns dias no frete comum do site, por precaução. Qualidade da entrega, atendimento rápido e bom serviço de pós-venda são aspectos que promovem uma boa experiência de compra, proporcionam mais confiança ao usuário e ajudam a transformar o consumidor da Black Friday em um cliente permanente da loja.

. Crie ações para o cliente voltar – Nem só de Black Friday vive o lojista. Uma dica importante é fazer uma campanha que estimule o retorno do cliente após a data. Quem comprar na loja durante a Black Friday recebe um desconto na próxima compra, por exemplo, com prazo de validade. Comunique-se com o cliente, lembre-o sobre o desconto para que ele volte à sua loja virtual. – Fonte e outras informações: (https://lojaintegrada.com.br/).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap