Lazer e Cultura 23/09/2015

Memórias

Elenco do espetáculo “Pulsões” , Fernanda de Freitas, Cadu Favero, Maria Clara Valle e João Bittencourt.
  • Save

Com pitadas de teatro, dança e música, o espetáculo “Pulsões”, de Dib Carneiro Neto é dirigida por Kika Freire, a montagem explora, de maneira delicada, um relacionamento de amor e loucura entre uma bailarina psicótica e um maestro. Ameaçados pela falta de memória, os dois tentam se curar a partir do amor e da dança. Para tratar essa questão, o grupo parte dos estudos da médica Nise da Silveira, conhecida pelo trabalho pioneiro com pacientes internados em hospitais psiquiátricos. O elenco é formado por Fernanda de Freitas e Cadu Favero, além do pianista João Bittencourt e da violoncelista Maria Clara Valle.

Serviço: Teatro Sérgio Cardoso, R. Rui Barbosa, 153, Bela Vista, tel. 3288-0136. De sexta a domingo às 20h. Ingressos: Sextas, R$ 30 e R$ 15 (meia), sábados e domingos, R$ 60 e R$ 30 (meia). Até 18/10.

REFLEXÃO

ENTRE CÔNJUGES.

Prossiga amando e respeitando os pais, depois da formação da própria casa, compreendendo, porém, que isso traz novas responsabilidades para o exercício das quais é imperioso cultivar independência, mas, a pretexto de liberdade, não relegar os pais ao abandono. Não deprecie os ideais e preocupações do outro. Selecione as relações. Respeite as amizades do companheiro ou da companheira. É preciso reconhecer a diversidade dos gostos e vocações daquele ou daquela que se toma para compartilhar-nos a vida. Antes de observar os possíveis erros ou defeitos do outro, vale maus procurar-lhe as qualidade e dotes superiores para estimula-los ao desenvolvimento justo. Jamais desprezar a importância das relações sexuais com o respeito à fidelidade nos compromissos assumidos. Não sacrifique a paz do lar com discussões e conflitos, a pretexto de honorificar essa ou aquela causa da Humanidade, porque a dignidade de qualquer causa da Humanidade começa no reduto doméstico. Não deixe de estudar e aprimorar-se constantemente, sob a desculpa de haver deixado a condição de solteiro ou de solteira. Sempre necessário compreender que a comunhão afetiva no lar deve recomeçar, todos os dias, a fim de consolidar-se em clima de harmonia e segurança. Livro Sinal Verde – F.C. Xavier.

Morte e vida

Cena de  Rútilo Nada.
  • Save

O espetáculo “Rútilo Nada” narra as memórias de Lucius Kod, que se apaixona pelo namorado da própria filha. Na obra original, a confissão é feita sobre o caixão do genro amado. A ideia é tratar de temas como a violência, o deslocamento das paixões, o prazer e a linha tênue entre a vida e a morte. O elenco é formado por Bruno Canabarro, Bianca Fernandes, Caio Alencar, Carlos Jordão, Gabriel Castro Cavalcante, Gisele Jota, Lilian Wiziack, Lucas Dantas, Marcelo Zorzeto, Marcelo Finimundi, Mariana Câmara, Omar Assais, Raquel Schaedler e Tatiana Ribeiro.

Serviço: Sede do Grupo XIX de Teatro, R. Mário Costa, 13, Vila Maria Zélia. Segundas e sábados às 21h e domingos às 20h. Entrada franca. Até 28/09.

Estreia

O embate entre duas irmãs atrizes de personalidades opostas e que precisam conviver diariamente é o pano de fundo de “Hermanas Son las Tetas” . A peça é escrita e dirigida pelo artista argentino Juan Manuel Tellategui, radicado em São Paulo desde 2011. A obra dá início à celebração de seus 20 anos de carreira e estreia em 2 de outubro. A encenação é protagonizada pelas atrizes brasileiras Lauanda Varone e Liza Caetano, que dão vida às irmãs Angustias e Magdalena, que foram meninas prodígio. Só que a glória ficou no passado. Restam apenas lembranças e a obrigação de se suportarem. Com Lauanda Varone e Liza Caetano. Performers convidados: Rodrigo Sampaio, Will Nygma, Natã Queiroz, André Lino e Anita Lino, Régis Schazzitt, Dan Oli, Eloy Nunes, Ge de Lima, Sávio Andrade, Alphio Solar, Cesar Filho e Zé Alberto Martins. Vozes em off: Dione Leal, Gustavo Ferreira, Joaquim Gama e Rodolfo García Vázquez; André Latorre, Lucimar De Santana, Marina T. Francisco, Mauricio Mangini, Zécarlos De Andrade.

Serviço: SP Escola de Teatro, Pça Franklin Roosevelt, 210, Consolação, tel. 3775-8600. Sextas (02, 09, 16 e 23), sábados (03, 10, 17 e 24) às 21h30 e domingos (04, 11, 18 e 25) às 18h. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia).

Genocídio

Cena  do espetáculo “1915”.
  • Save

Considerada a primeira tentativa de extermínio de um povo no Século 20, o genocídio de cristãos armênios pelos muçulmanos do Império Turco-Otomano é o tema do espetáculo “1915”, de Arthur Haroyan. Com quase 1,5 milhão de mortos, o extermínio dos armênios, ainda hoje negado por boa parte da comunidade internacional, inspirou Adolf Hitler a comandar seu Holocausto. A própria Turquia atribui os assassinatos desses cidadãos às baixas da I Guerra Mundial.A missão da peça é contar ao público histórias de pessoas que sobreviveram a esse massacre e foram entrevistadas pelo autor. É uma forma de expressão de um povo que ainda hoje sofre pela indiferença com que o mundo tratou esses terríveis acontecimentos. O elenco conta com a participação de Adriana Chiovatto, Airyn Vishnevsky, Alice Martin, Arthur Haroyan, Débora Pesso, Gabriela Pinho, Isabella Raucci, Ludmila Moreno, Marcio Orochi, Marcio Alexandre, Sandra Soares e Zeno Silveira.

Serviço: Teatro Leopoldo Fróes, R. Antônio Bandeira, 114, Vila Cruzeiro, tel. 5541-7057. Sextas e sábados às 20h e domingos às 19h. Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia). Até 25/10.

“Cinderella, a Gata Borralheira”

Cinderella vive com sua madrasta, e as duas filhas dela no infantil “Cinderella, a Gata Borralheira”. Obrigada a trabalhar como empregada da casa, ela tem como amigos apenas os animais que a rodeiam. O local em que vive está agitado devido ao baile que será realizado no castelo, o qual contará com a presença do príncipe Harry. As irmãs se preparam com requinte para o evento. Cinderella, entretanto, não pode ir. Até que surge a Fada-madrinha,que dá a Cinderella um vestido e condições para que possa ir ao baile em alto estilo. Entretanto, há uma condição: Cinderella precisa retornar antes da meia-noite, caso contrário o encanto será desfeito. Com Cássia Andrade, Débora Constantino, Leonidas Ramon, Lucaz Felipe, Nando Britto e Roberto Ribeiro.

Serviço: Teatro Eva Wilma, R. Antônio de Lucena, 146, Tatuapé, tel. 2090-1650. Sábados às 16h. Ingresso: R$ 50. Até 24/10.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap