135 views 8 mins

Lazer e Cultura 21/09/2016

em Lazer e Cultura
terça-feira, 20 de setembro de 2016
Cena da peça “No Limite da Dor”.

Torturas

Cena da peça “No Limite da Dor”.

A companhia portuguesa Lendias d’Encantar faz sessão única do espetáculo “No Limite da Dor”

A peça traz testemunhos reais de torturas vividas por ex-presos políticos nas mãos da PIDE (Polícia Internacional e de Defesa do Estado), durante os anos da ditadura portuguesa, na primeira metade do Século XX. No enredo, duas mulheres e dois homens – Georgina, Luís Moita, Conceição e Domingos – transitam diante dos olhos do espectador, mas não são personagens teatrais, são pessoas reais que testemunham, pela emoção e técnica de um grupo de atores, experiências vividas que chamam a atenção para a importância dos ideais, das convicções e da família. Com Ana Ademar e Antonio Revez.

Serviço: Teatro Nósmesmos (Unicenter), Av. Prudente de Moraes, 210, Itu, tel. 4024 0852. Quinta (22) às 20h. Ingressos: R$ 10. E, Espaço Satyros Um, Pça Franklin Roosevelt, 214, Centro, tel. 3258-6345. Sexta (23) às 21h. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia).

REFLEXÃO

EM HONRA DA LIBERDADE. “Tende cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo, e não segundo o Cristo”. – Paulo. (Colossenses, 2:8.) Se alcançaste um raio de luz do Evangelho, avança na direção do Cristo, o Divino Libertador. Não julgues seja fácil semelhante viagem do espírito. Encontrarás, em caminho, variados apelos à indisciplina e à estagnação. Serás surpreendido a cada passo pelos sofistas da Religião, pelos falsários da Filosofia, pelos paranóicos da Ciência e pelos dilapidadores da História, empavesados nas engenhosas criações mentais em que encarceram a própria vida, buscando atrelar-te o pensamento ao carro da argumentação filauciosa a que se acolchetam, famintos de louvor e da vassalagem. Mutilando a revelação divina, desfigurando preceitos da verdade, abusando da inteligência ou fantasiando episódios furtados ao registro fiel do tempo, armam ciladas ou levantam castelos teóricos, em que a sugestão menos digna te inclina a existência à rebelião e ao pessimismo, à viciação e à inutilidade. Atendendo, quase sempre, a interesses excusos, lisonjeiam-te a insipiência, incensando-te o nome, quando não se desmandam na vaidade, aliciando-te a decisão para que lhes engrosses o séqüito de loucura. Acompanhando-os, porém, não te farás senão presa deles, fâmulo desditoso das idéias desequilibradas que emitem, no temerário propósito de se anteporem ao próprio Deus. Querem escravos para os sistemas falaciosos que mentalizam, quando Jesus deseja te faças livre para a conquista da própria felicidade. Acautela-te no trato com todos os que tudo te pedem, no campo da independência espiritual, limitando-te a capacidade de sentir e pensar, empreender e construir, porquanto, em nos fazendo tributários da falsa glória em que se encasulam, relegam-nos a existência a planos de subnível quando o Cristo de Deus, tudo nos dando em amor e sabedoria, nos ampliou a emoção e o conhecimento, a iniciativa e o trabalho, convertendo-nos em filhos emancipados da Criação, para que tenhamos não apenas a vida, mas Vida Santificada e Abundante. Livro Palavras de Vida Eterna – F.C. Xavier.

Lançamento

Clarisse Falcão

A cantora, compositora, escritora, atriz e roteirista pernambucana Clarice Falcão apresenta o show de lançamento de seu segundo disco, “Problema Meu” (2016). O disco conta ainda com “Banho de Piscina”, assinada por João Falcão, pai de Clarice; “A Volta do Mecenas”, do jovem compositor Matheus Torreão; e uma versão balada do hit electropop “L’Amour Toujours (I’ll Fly With You)” (2000), sucesso do DJ italiano Gigi d’Agostino. Além das faixas já citadas, no palco Clarice canta canções novas como “Irônico”, “Eu Escolhi Você”, “Como É Que Eu Vou Dizer Que Acabou?” e “Eu Sou Problema Meu”, que inspira o título da obra, além de músicas de seu primeiro álbum, “Monomania” (2013). A banda é formada por baixo, bateria, guitarra e teclados/programação.

Serviço: Sesc Santana, Av. Luiz Dumont Villares, 579, Santana. Sábadado (24) às 21h e domingo (25) às 18h. Ingresso: R$ 25.

Dança

Carimbó e a Dança Contemporâneo-Brasileira. Carimbó é uma dança de origem indígena e vinda do norte do país, sendo típica do Pará. As aulas se baseiam na tríade conhecimento, fruição e vivência, onde os participantes terão a oportunidade de conhecer a dança tradicional, de uma forma abrangente e consciente, e propor criativamente em dança contemporânea, a partir dos movimentos vivenciados.Com Andrea Soares.

Serviço: SESC Santana, Av. Luís Dumont Villares, 579, Santana, tel. 2971-8700. Quartas às 20h e domingos às 16h. Entrada franca. Até 02/10.

Destinos

Marco Pereira

Marco Pereira lança seu mais novo trabalho Dois Destinos, acompanhado por Bebê Kramer no acordeão e Guto Wirtti no contrabaixo e baixolão. Conta com a participação de Sérgio Reze na bateria, Toninho Ferragutti no acordeão, Toninho Carrasqueira na flauta, Neymar Dias no contrabaixo e Luca Raele no clarinete.

Serviço: Pompeia, R. Clélia, 93, Pompeia. Quinta (22) às 21h. Ingresso: R$ 30.

Pop, disco, dance

Peça Ambervision e leve, numa fantástica embalagem especial, um show com uma seleção dos maiores hits dançantes dos anos 60 até hoje! Prove a deliciosa mistura de boas músicas com profissionais experientes, perfeita para animar qualquer evento com personalidade e irreverência!Devidamente trajados como manda o figurino bregachique, os músicos Ambervision apresentam um vasto e essencial repertório que vai do luxo ao lixo do pop nacional e internacional dos anos 60, 70, 80 e 90.E o show entusiasma não só pela música, mas também pelas bem-humoradas performances de palco e pela interação com o público.

Serviço: The Orleans, R. Girassol, 398, Pinheiros, tel. 3031-1780. Sábado (24) às 22h. Ingresso: R$ 30.