91 views 6 mins

Lazer e Cultura 09/09/2016

em Lazer e Cultura
quinta-feira, 08 de setembro de 2016
Carol Rainatto e Homero Ligere.

Reestreia

Carol Rainatto e Homero Ligere.

A Companhia do Ruído reestreia o espetáculo “Oito Balas”, protagonizado pelos atores Homero Ligere e Carol Rainatto, que também assina o texto

A trama conta sobre o destino de Marion que está nas mãos de Jean, um homem entristecido que acaba de perder seu grande amor. Após um inusitado encontro em um bar, Marion revela sua história e o real motivo de estar naquele local. Ao deixar Jean de mãos atadas, ela o persuade por um tempo, conseguindo talvez a possibilidade de se salvar de uma provável carceragem.

Serviço: Viga Espaço Cênico, R. Capote Valente, 1323, Sumaré. Quartas e quintas às 21h. Ingressos: R$ 30 e R$15 (meia). Até 27/10.

REFLEXÃO

EXISTIMOS
“Vim para que tenhais vida e vida em abundância”. – Jesus. (João, 10:10.)
Existimos.
Existem todas as criaturas saídas do Hálito Criador.
A pedra existe, a planta existe, o animal existe…
Existem almas nos passos diversos da evolução.
Em sentido espiritual, no entanto, viver é algo diferente de existir.
A vida é a experiência digna da imortalidade.
Há muita gente que se esfalfa, perdendo saúde e possibilidades em movimento vazio, quando não se mergulha nas tramas do mal, entretecendo reencarnações dolorosas.
Há muita gente que destrói o próprio cérebro, escrevendo sem proveito, quando não expressa o pensamento para inspirar negação e crueldade, entrando em sofrimentos reparadores.
Há muita gente que aniquila as horas, falando a esmo, quando não se utiliza do verbo para ferir e enlouquecer os semelhantes, adquirindo débitos escabrosos.
Há muita gente que pede essa ou aquela concessão para frustra-la em atividades sem sentido, quando não a maneja em prejuízo dos outros, criando lágrimas que empregará longo tempo para enxugar.
Todos esses agentes da inutilidade e da delinqüência existem como todos nós existimos.
Observa, assim, o que fazes.
O berço confere a existência, mas a vida é obra nossa.
Livro Palavras de Vida Eterna – F.C. Xavier.

Infantil

Cena do espetáculo “Caminho da Roça”.

O espetáculo “Caminho da Roça”, com o grupo As Meninas do Conto apresenta no enredo, duas comadres, uma avó com sua neta, uma viola encantada, o Saci-Pererê e a Mula sem Cabeça levam o público a uma aventura no misterioso Caminho da Roça. As comadres recebem uma grande missão que envolve essas criaturas fantásticas e antigas histórias, que se não forem passadas para frente, poderão acabar perdidas para sempre. Com Simone Grande e Antonia Matos.

Serviço: Sesc Pinheiros, R. Paes Leme, 195, tel. 3095-9400. Domingos às 15h e às 17h. Ingressos: R$ 17 e R$ 8,50 (meia). Até 12/10.

Classicos

O novo concerto do projeto Série Erudita homenageia a obra de M. Camargo Guarnieri. Para tal, apresentam-se no Auditório da unidade a violinista Tânia Camargo Guarnieri e a pianista Araceli Chacon. Amigas de infância e parceiras profissionais há uma dezena de anos, o duo apresenta um apanhado de obras do compositor para a formação de piano e violino, além de obras de Villa Lobos e Osvaldo Lacerda. As musicistas têm expressivas carreiras em países do exterior , como na Europa e na América do Norte.

Serviço: Sesc Pinheiros, R. Paes Leme, 195, tel. 3095-9400. Quarta (21) às 20h30. Ingressos: R$ 25 e R$ 12,50 (meia).

Sentidos

Rita Clemente em cena de “Amanda”.

Perdas sempre nos impactam, sejam quais forem. Quando um familiar, emprego ou bens se vão, não ficamos satisfeitos, à primeira vista. Mas “Amanda”, a personagem título do espetáculo homônimo, tem um olhar afetuoso para os sentidos que estão se esvaindo de seu corpo. A peça fala da luta de uma mulher que perde gradativamente os sentidos. Quando falham audição, paladar, olfato, tato e visão, a memória se mostra a companheira de Amanda. Texto de Jô Bilac. Com Rita Clemente.

Serviço:Sesc Consolação, R. Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque. Segundas e terças às 21h. Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia). Até 11/10.

Vida

O espetáculo “Ghost”, que estreou na Inglaterra, em 2011, é inspirado no filme norte-americano “Ghost – Do Outro Lado da Vida”, encenado em 1990 por Demi Moore, Patrick Swayze e Whoopi Goldberg. A história é sobre o casal Sam e Molly, cujo amor é interrompido após o assassinato do rapaz. Ainda neste plano, ele consegue se comunicar com a falsa vidente Oda Mae Brown, que alerta a moça sobre a verdade por trás do crime e sobre os riscos que corre.

Serviço:Teatro Bradesco, R. Palestra Itália, 500, Perdizes, tel. 3670-4100. De quinta a sábado às 21h e aos domingos às 20h. Ingressos: de R$ 40 a R$ 190. Até 11/12.