Lazer e Cultura 07/10/2015

“Jacques e Seu Amo”

Hugo Possolo, Renata Zhaneta e Edgar Bustamante.
  • Save

Inédita no Brasil, a comédia clássica “Jacques e Seu Amo”, única peça teatral do autor de A Insustentável Leveza do Ser, o tcheco Milan Kundera, ganha a primeira montagem brasileira pelas mãos do diretor Roberto Lage

A estreia acontece no dia 9 de outubro, sexta-feira. No enredo, dois homens, amo e seu criado, estão numa viagem a pé para um destino que só é revelado no final. Eles vão rememorando suas aventuras e desventuras amorosas, descritas de tal forma que, atualmente, poderiam ser consideradas politicamente incorretas. A ação se passa no século XVIII, porém não há nenhum rigor quanto à época ou estilo da comédia. O elenco é formado pelos atores Hugo Possolo, Edgar Bustamante, Renata Zhaneta, Ando Camargo, Greta Antoine, Angelo Brandini e Felipe Ramos.

Serviço: Centro Cultural Banco do Brasil, R. Álvares Penteado, 112. Centro, tel. 3113.3651. Quinta a sábado às 20h e domingo às 19h, sábado (10/10) não haverá sessão. Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia). Até 13/12.

REFLEXÃO

DE ACORDO. “O qual recompensará a cada um, segundo as suas obras”. – Paulo. (Romanos, 2:6.) A vida, exprimindo os desígnios do Criador, assumirá para contigo atitudes adequadas às atitudes que assumes para com ela. Honra aos títulos que procuras honrar. Tratamento correto à conduta correta. Dignidade ao que dignificas. Experiência na pauta de tua escolha. Instrução no nível em que te colocas. Confiança no grau de tua fé. Distinção naquilo em que te distingues. Respeito em tudo o que te faças respeitável. Versão disso ou daquilo, conforme os teus desejos. Clareza ao que limpes. Isso significa, igualmente, que seja qual for a posição em que te situes, tens a resposta da Vida na vida que procuras. É assim que dor ou alegria, paz ou inquietação, merecimento ou desvalia, sombra ou luz, em nosso caminho, será sempre salário moral, de acordo com as nossas próprias obras. Livro Palavras de Vida Eterna – F.C. Xavier.

Show Cancelado

Banda Circle II Circle.
  • Save

O Circle II Circle acaba de comunicar que as quatro apresentações que o grupo faria pelo Brasil estão canceladas. A banda norte-americana seria a atração especial dos shows do Blind Guardian no Rio de Janeiro (09/10 – Vivo Rio) e em São Paulo (12/10 – Tom Brasil), além de ter previamente agendada duas performances solo, uma em Sorocaba (10/10 – Pirilampus) e outra na capital paulista (11/10 – Hangar 110). “É com grande pesar que anunciamos que teremos que cancelar a nossa passagem pelo Brasil. Estávamos extremamente ansiosos para estas quatro exibições, porém, devido a problemas de força maior, teremos que esperar mais um pouquinho para rever nossos queridos fãs brasileiros. Agradecemos a compreensão de todos”, declarou o vocalista Zak Stevens. A Overload, produtora responsável pela turnê, lamenta o ocorrido e está totalmente à disposição dos fãs que já compararam ingresso e desejam ter o valor do ticket ressarcido. Os detalhes serão divulgados nos próximos dias em (www.facebook.com/overloadbrasil).

“Donzela Guerreira”

A obra da Cia. Mundu Rodá, narra a trajetória de uma jovem que se disfarça de homem, em um combate, para substituir seu pai na peça “Donzela Guerreira”. O disfarce, entretanto, não impede que a guerreira e seu capitão se apaixonem um pelo outro e passem a travar seus próprios conflitos, colocando à prova princípios, sentimentos e desejos. O foco está na reflexão sobre o gênero e sobre o amor em abordagem ampla e aberta, convidando o espectador a participar ativamente na construção da narrativa, elaborando sua própria interpretação. Donzela Guerreira é fruto da pesquisa da Cia Mundu Rodá de Teatro Físico e Dança, unindo as técnicas de trabalho de ator e as danças tradicionais brasileiras, aproximando a dança, o teatro, a música e as tradições populares. Com Alício Amaral e Juliana Pardo.

Serviço: Sesc Campo Limpo, R. Nossa Senhora do Bom Conselho, 120. Domingo (18) às 20h. Entrada franca.

Infantil: “Simbad, o Navegante”

infantil temporario
  • Save

O espetáculo “Simbad, o Navegante” é uma adaptação da história clássica das mil e uma noites. Contada com um cenário todo formado por bambus. Dois atores criam mundos, ilhas, barcos, baleias, pássaros gigantescos, tempestades e perigos, manipulando bambus que, amarrados, dão suporte para as acrobacias. Imagens poéticas e engraçadas são a base da história das sete viagens de Simbad que, quando acha que vai morrer, acaba sobrevivendo e voltando para casa “com mais riquezas do que tinha partido”. Simbad é o quarto trabalho para crianças da Cia. Circo Mínimo. Com Ronaldo Aguiar e Rodrigo Matheus, fundador da Cia.

Serviço: Sesc Campo Limpo, R. Nossa Senhora do Bom Conselho, 120, tel. 5510-2700. Sexta (09) e sábado (10) às 20h30 e domingo (11) e segunda (12) às 19h. Entrada franca.

Esculturas

Artista sergipano utiliza a madeira para representar o seu olhar inusitado sobre o homem e a vida no sertão nordestino. A exposição Cícero Alves dos Santos, o Véio faz parte do Projeto Desdobramentos, Acervo em Expansão. A mostra conta com 16 peças de grande porte e 12 de pequeno porte. Nascido e criado em Nossa Senhora da Glória, no Sergipe, Véio recebeu esse apelido porque gostava muito de andar entre as pessoas mais velhas. O artista começou a expressar sua admiração pelo sertão nordestino utilizando a cera de abelha, mas logo que “descobriu” o novo material, deixou a cera de lado e começou a esculpir na madeira. Esculturas de um milímetro até 12 metros.

Serviço: Sesc Santo Amaro, R. Amador Bueno, 505, Santo Amaro, tel. 5541-4000. De terça a sexta das 11h às 21h e sábados e domingos das 11h às 18h. Entrada franca. Até 13/12.

Samba

O espetáculo musical “Tributo a Edison Machado” com Marcos Paiva e Sexteto é em homenagem ao antológico disco Edison Machado é Samba Novo, dedicado à estética do samba-jazz brasileiro e em especial ao baterista, conhecido como o inventor do samba no prato, um dos primeiros a sintetizar toda a batida da percussão no samba para a bateria. Com Marcos (baixo acústico), Daniel de Paula (bateria), Edinho Santánna (piano), Daniel D´Alcântara (trompete), Cássio Ferreira (sax alto) e Jorginho Neto (trombone).

Serviço: Sesc Campo Limpo, R. Nossa Senhora do Bom Conselho, 120, tel. 5510-2700. Sexta (16) às 20h30. Entrada franca.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap