Lazer e Cultura 06/10/2016

Inédito

Banda Mirim
  • Save

No dia 12 de outubro, Dia da Criança, a Banda Mirim apresenta o show inédito Banda Mirim Canta Buda

O show marca também o lançamento do segundo número da Revista Banda Mirim, que conta detalhes da nova pesquisa do grupo e que será distribuída gratuitamente. Antes da apresentação, haverá ainda a exibição do documentário que mostra poeticamente a experiência desse processo. O setlist é variado, mesclando músicas próprias da banda como Felizardo, Cada Dia É Um Presente, Vai Encarar e Estátua com algumas releituras como Fico Assim Sem Você (de Claudinho e Bochecha) e Amor em Ode ao Sol (de Cristiano Karnas e Luís Miranda), além de dividir canções com os convidados em Mama África e Nenén, com Chico César; Super Legal e Dança do Coração, com Arícia Mess e Eu Gosto Assim, com Anelis Assumpção.

Serviço: Sesc Consolação, R. Dr Vila Nova, 245, tel. 3234-3000. Quarta (12) às 16h. Entrada franca.

REFLEXÃO

APRENDAMOS NO ENTANTO… “Medita estas coisas, ocupa-te nelas para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos”. – Paulo. (I Timóteo, 4:15.). Em muitas reencarnações passadas, adotamos igualmente a estranha maneira de muitos dos nossos irmãos, vinculados hoje ao Cristianismo, cujo comportamento religioso a vida reajustará, qual aconteceu a nós outros. Buscávamos o Evangelho e pregávamos o Evangelho, atendendo a sentido demagógico. Queríamos o Cristo para que o Cristo nos servisse. Cultivávamos a oração, pretendendo subornar a Justiça Divina. Compartíamos demonstrações e expressões de fé, à caça de vantagens pessoais, no imediatismo das gratificações terrestres. À face disso, temos entrado múltiplas vezes no renascimento físico e atravessado os pórticos da reencarnação, carreando a consciência pesada de culpas, à maneira de aposento recheado de lixo e sucata da experiência humana, incapaz de se abrir ao sol da Bondade Divina. O apóstolo Paulo, no entanto, escrevendo a Timóteo – ele foi o campeão impertérrito da fé vida – traça a diretriz que nos é necessária, à frente das lições do Senhor. Após valiosa série de considerações sobre os princípios evangélicos, nas quais persuade o companheiro a ler, instruir, exortar e exemplificar em boas obras pede não apenas para que o amigo e aprendiz medite nas doutrinas que aceita, mas recomenda-lhe aplicar-se a elas, a fim de que o aproveitamento pessoal dele seja manifesto a todos. A assertiva de Paulo não deixa dúvidas. Quanto nos seja possível, estudemos as lições do Senhor e reflitamos em torno delas. Aprendamos, no entanto, a praticá-las, traduzindo-as em ação, no cotidiano, para que a nossa palavra não se faça vazia e a nossa fé não seja vã. Livro Palavras de Vida Eterna – F.C. Xavier.

Dia das crianças

dia criancas temporario
  • Save

O “Pra ser criança, Brincadeiras de Rua” acontece com diversas brincadeiras como, vivo ou morto, cabo de guerra, batata-quente; atividades como pintura de rosto e músicas de cantiga de roda com direito a DJ; aulas ensinando as crianças a dar estrelinha, cambalhotas e muito mais. Diversos espetáculos também recheiam a programação, como, Ciranda das Flores, Cia. Prosa dos Ventos. O espetáculo apresenta dois atores e um músico que, com a ajuda de diversas canções folclóricas e brincadeiras, contam a história singela de uma Jardineira e um Semeador, apaixonados um pelo outro, mas sem coragem de se declararem. Alice num país maravilhoso, Cia. Conte outra Vez. Desta vez a personagem Alice, do clássico de Lewis Carrol, embarca em leituras que a levam a uma fantástica e emocionante viagem em seus livros de contos de fadas. Varinha de Condão, Cia. Trupe Lacuna de variedades, Keit e Lorota encontram uma varinha mágica, porém o resultado das mágicas da varinha de condão não saem como o esperado….Mas com muita alegria e amor eles fazem das trapalhadas da tal varinha um final maravilho e encantador.

Serviço: Shopping Ibirapuera, Av. Ibirapuera, 3.103, Moema, tel. 5095- 2300. Quarta (12) das 13h às 19h. Entrada franca.

O MUsical

ruindade temporario
  • Save

A peça “Ruindade” aborda temas como: autoritarismo, as relações de poder e suas consequências para a sociedade; o amor como característica constituinte de nossa condição humana, a degradação do homem, os anseios e desejos vividos em relacionamentos afetivos, a malícia e a ganância humana frente a seus objetivos; e as diferentes faces que a sociedade insere em nossa maneira de agir e sentir. Isso tudo revelando um misto de particular e universal. Uma cidade onde o “amor” é proibido. Em Ruindade os moradores são submetidos as severas leis do insensível mandachuva Coisa-ruim e de seus cruéis capangas. O povo de Ruindade vê sua pacata vida sair do eixo quando uma linda jovem, acompanhada de seu pai, chega à cidade, pondo em cheque as crenças daquela população. Em um ambiente tão sombrio, essa será a faísca que despertará um sentimento há tanto tempo reprimido. Com Luciano Trevisol, Marcia Oliveira, Heder Becker, Paula Davanço, Mariana Mello, Wagner Lima, Arthur Braga, Caio Blanco, Bia Malagueta, Higor Lemo, Eder Santos, Luna Vaz e Glauco Machado.

Serviço: Teatro UMC, Av. Leopoldina 550, Vila Leopoldina, tel. 2574-774. Quartas às 20h e sábados às 21h30. Ingressos: R$ 40 e R$ 20 (meia). Até 09/11.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap