Lazer e Cultura 05/07/2016

Estreia

“Aprendiz de Feiticeiro”
  • Save

O espetáculo “O Aprendiz de Feiticeiro” estreia no proximo dia 15 e apresenta o jovem Arthur, excelente aluno, dono de grande imaginação, que sofre por conta disso constante bullying por parte dos valentões de sua escola

Numa dessas agressões ele é salvo pela valente Jane, de quem ganha um celular. Ao manejá-lo, ele é transportado magicamente para o passado. Aí começa uma aventura, repleta de dragões, vampiros e bruxas. A peça aborda questões éticas, tais como lealdade, amizade, compaixão, traição, valor humano e união, enfocando elementos importantes sobre o posicionamento de cada um no mundo, reconhecimento de nosso lugar e ponto de vista. E, um dos aspectos mais importantes, ainda apresenta questionamentos sobre a relação mestre/aprendiz. Com Maurício Machado, Ghilherme Lobo, Klara Castanho, Julio Oliveira, Wilson Feitosa, Victor Garbossa, Miguel Roque e Marcelo Callegaro (ator alternante).

Serviço: Centro Cultural Banco do Brasil, R. Álvares Penteado, 112, Centro, tel. 3113-3651. Sextas, sábados e domingos às 11h, a partir de 06/08 somente aos sábados. Ingresso: R$ 20. Até 12/11.

REFLEXÃO

AMBIENTE CASEIRO
A casa não é apenas um refúgio de madeira oi alvenaria, é o lar onde a união e o companheirismo se desenvolvem.
A paisagem social da Terra se transformaria imediatamente para melhor se todos nós, quando na condição de espíritos encarnados, nos tratássemos, dentro de casa, pelo menos com a cortesia que dispensamos aos nossos amigos.
Respeite a higiene, mas não transfigure a limpeza em assunto de obsessão.
Enfeite o seu lar com os recursos da gentileza e do bom humor.
Colabore no trabalho caseiro, tanto quanto possível.
Se organização de horário e previsão de tarefas é impossível conservar a ordem e a tranqüilidade dentro de casa.
Recorde que você precisa tanto de seus parentes quanto seus parentes precisam de você.
Os pequeninos sacrifícios em família formam a base da felicidade no lar.
Livro Sinal Verde – F.C. Xavier.

Terminal

terminal temporario
  • Save

Com texto e direção de Alexandre França, o drama “Limbo” mostra a fase terminal de um paciente com câncer a partir da convivência entre um homem e uma mulher no que, provavelmente, seria um quarto de hospital. Com Bruno Ribeiro e Amanda Mantovani.

Serviço: Sesc Ipiranga, R. Bom Pastor, 822, Ipiranga, tel. 3340-2000. Sextas às 21h30, sábados às 19h30 e aos domingos, às 18h30. Ingresso: R$ 20. Até 24/07.

Máscaras

Unindo teatro e artes visuais acontece a partir do dia 12 de julho, a exposição “Segunda Natureza”, do artista Wander Rodrigues. Na mostra, estarão expostas 30 máscaras teatrais, além de uma mesa representando o ateliê de Wander com moldes e matrizes, mostrando assim o processo criativo do artista. Entre as máscaras expostas estão as da commedie dell’arte, as neutras do francês Jacques Lecoq, as japonesas do teatro Nô e as expressivas. Para Wander Rodrigues, o uso da máscara como símbolo do teatro é uma alusão aos dois principais gêneros surgidos na Grécia Antiga: a tragédia e a comédia.

Serviço: Centro Compartilhado de Criação, R. James Holland, 57, Barra Funda, tel. 3392-7485. De segunda a sexta das 0h às 22h, domingos das 17h às 00h. Entrada franca. Até 12/08.

Amortemor

Nos anos 50, os poetas Augusto de Campos, Haroldo de Campos e Décio Pignatari surgiram com a expressão “verbivocovisual”. Apesar de complicada, ela entrou para o dicionário de artistas de várias gerações. A poesia concreta do autor de 85 anos torna-se mais concreta do que nunca. São 75 obras, como a famosa Amortemor, que brincam com o significado, os sons e as formas dos termos. Assim, seus textos pulam do papel e viram serigrafias, esculturas, colagens, instalações, áudios, animações e vídeos em 3D, oferecendo ao público um tipo alternativo de experiência com a linguagem poética. O jogo de palavras aliado à preocupação visual faz de Campos mais do que um mestre das letras: ele é, também, um grande artista plástico.

Serviço: Sesc Pompeia, R. Clélia, 93, Água Branca, tel. 3871-7700. De terça a sábado das 10h às 21h. Entrada franca. Até 31/07.

Conclusões

Como se constrói uma verdade? Esse é um dos pontos levantados pelo espetáculo “Motel Rashômon”, que estreia dia 10 de julho.Com uma pesquisa que partiu do conto Dentro do Bosque, do escritor japonês Ryûnosuke Akutagawa, a nova montagem da Cia Santa Cacilda tem elenco formado pelos atores Raquel Anastásia, Tertulina Lima, Alessandro Hernandez e Ernandes Araujo. A narrativa da peça não é linear. Assim como a encenação, que fragmenta um objeto único (o espetáculo) em diferentes aspectos e elementos, proporcionando diversas apreensões e maneiras de edificar um discurso sobre o que se vê. Cabe ao público decidir qual versão acredita ou sair de lá sem conclusão alguma.

Serviço: SP Escola de Teatro, Praça Franklin Roosevelt, 210, Consolação, tel. 3775-8600. Sábados às 21h e domingos e segundas às 20h. Ingresso: R4 20. Até 29/08.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap