Geral 05/01/2017

Brasil recebeu 6,6 milhões de turistas estrangeiros em 2016

Ipanema com Morro Dois Irmãos ao fundo: a praia foi uma das mais procuradas pelos turistas.
  • Save

O ano em que o país sediou as Olimpíadas e as Paralimpíadas registrou aumento de 4,8% na entrada de turistas internacionais em relação ao ano anterior

O movimento histórico dos turistas estrangeiros injetou na economia brasileira o montante de US$ 6,2 bilhões. O valor equivale a mais de R$ 21 bilhões e é 6,2% maior do que o registrado em 2015. A entrada de recursos não foi recorde como o número de visitantes devido às variações do câmbio que refletem diretamente no turismo. Os dados foram divulgados pelo Ministério do Turismo.
“Os números são extremamente positivos. Se comparados com o contexto internacional, mostram que ainda podemos avançar muito, mas comprovam que soubemos aproveitar os megaeventos que realizamos no país”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão. O lazer foi o principal objetivo da viagem, apontado por metade dos turistas. A mesma proporção de turistas ficou em hotéis, flats ou pousadas e viajou em família ou de casal. Cerca de 30% do total de viajantes foram influenciados por amigos e parentes e 40% se informaram pela internet.
O perfil da maior parte dos visitantes é de latinos e norte-americanos, seguidos de europeus. Os argentinos mantiveram a tradicional liderança entre os visitantes ao ultrapassarem a marca de 2,1 milhões de turistas. Os Estados Unidos ocuparam o segundo lugar, com o envio de 600 mil pessoas. Em seguida, aparecem na lista Chile, Paraguai, Uruguai, França, Alemanha, Itália, Inglaterra, Portugal e Espanha. Para 2017, a expectativa é que o fluxo de estrangeiros no país cresça em torno de 6%, mesma tendência de crescimento registrada em outros países que sediaram Olimpíadas, no ano seguinte ao evento. A pesquisa mostra que mais de 87% dos estrangeiros pretendem voltar ao Brasil e que 94,2% dos brasileiros querem retornar ao Rio de Janeiro.
Para garantir a continuidade do movimento alto de turistas, o governo prepara um pacote de medidas que deve ser lançado ainda no primeiro semestre. “O desafio do Ministério do Turismo é transformar o ganho de imagem em geração de emprego, o desejo de retorno do turista internacional em realidade, além de fazer os brasileiros conhecerem mais os destinos domésticos. Para isso, estamos investindo na melhoria de infraestrutura, qualificação de mão-de-obra e promoção dos nossos destinos”, informou o ministério (ABr).

Chavismo perde força política na Venezuela

Membros do partido da oposição MUD celebram vitória nas eleições legislativas.
  • Save

Após 18 anos no poder na Venezuela, o chavismo não é mais a principal força política do país sul-americano. É o que indica uma pesquisa realizada pela consultoria venezuelana Datanálisis, uma das maiores da nação. De acordo com o diretor da companhia, José Gil Yepez, o Partido Socialista Unido da Venezuela (Psuv), principal legada chavista do país, não é mais a “principal sigla do país”, tendo perdido espaço na última década para os “opositores” e para os “independentes”, pessoas que não se identificam com nenhuma das duas vertentes políticas.
“Os independentes se encontram em 45% [dos votos], enquanto os opositores estão com cerca de 27% e o PSUV soma apenas 18%”, afirmou Yepez em uma entrevista para a emissora de rádio venezuelana”Unión”. De acordo com a pesquisa, com o ex-presidente Hugo Chávez (1999 – 2013), a legenda chavista tinha 40% da identificação partidária. Já com o seu sucessor, Nicolás Maduro, que enfrenta uma grave crise econômica e política, essa taxa “caiu para menos da metade”, disse Yepez.
O venezuelano ainda disse que o número de “independentes” tem crescido no país e que essas pessoas “querem o diáologo e a paz, estão fartos do conflito entre o governo e a oposição, para essa gente, sentar na mesa de diálogo era uma oportunidade positiva”. Além disso, Yepez também disse que 47% da população que foi consultada na pesquisa se considera oposição, 33% dela, “independente” e 20% dela, chavista (ANSA).

OAB processa governo do Amazonas

A seccional do Amazonas da OAB entrou com uma ação judicial contra o estado, com o objetivo de exigir que o governado de José Melo de Oliveira tome medidas imediatas para garantir o cumprimento da Lei de Execuções Penais e dos Direitos Humanos. A ação civil pública foi aceita pela juíza federal Marília Gurgel R. de Paiva Sales, que deu 72 horas para que o governo do Amazonas apresente suas justificativas no processo.
A OAB afirmou ter proposto a ação motivada “pela ausência de ações concretas na tomada de ações emergenciais quanto ao quadro penitenciário do Amazonas”. A entidade pede que seja concedida uma decisão liminar, de caráter provisório e imediato, para obrigar o estado a tomar medidas emergenciais. Segundo Marco Aurélio Choy, presidente da seccional amazonense da OAB, a entidade “vem denunciando esse problema há muito tempo”. Mesmo assim, “o estado não tomou de forma concreta e efetiva medidas necessárias para a solução deste grave problema do sistema carcerário”, acrescentou o advogado.
O processo foi aberto após a morte de 56 presos em uma rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) entre os dias 1º e 2 de janeiro, no segundo maior massacre da história em um presídio brasileiro.
Outros 184 presos fugiram em meio ao motim, e até a noite de terça-feira (3), 56 haviam sido recapturados, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (ABr).

Ferrari produz 8 mil carros em um ano

Pela primeira vez na história, a Ferrari superou a marca de 8 mil unidades produzidas em um ano. O dado foi divulgado ontem (4) pelo secretário-nacional da Federação Italiana dos Metalmecânicos (FIM), Ferdinando Uliano. Segundo ele, a montadora de luxo fabricou 8.170 automóveis em 2016, um crescimento de 10,4% em relação a 2015.
O ano passado foi o primeiro da Ferrari após a separação da Fiat Chrysler Automobiles (FCA). “Com isso, a Ferrari decidiu ir além das 7 mil unidades. Todos os modelos registraram recorde na produção”, declarou Uliano, acrescentando que a empresa contratou mais 400 funcionários em 2016.
Os acionistas da montadora de Maranello continuam sendo os mesmos da FCA, mas ela opera agora de forma independente e está listada nas bolsas de Milão e Nova York (ANSA).

Negociações para acordo de paz na Síria no dia 23

Ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu.
  • Save

As negociações de paz entre o governo de Bashar al-Assad e os grupos rebeldes sírios começarão no próximo dia 23 em Astana, no Cazaquistão, disse o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu. Rússia e Turquia, ao lado do Irã, foram os principais negociadores do acordo para cessar-fogo assinado entre os dois lados do conflito sírio e que entrou em vigor no último dia 30 de dezembro.
Cavusoglu destacou que, antes do acordo de todos os representantes, será realizada uma espécie de pré-reunião entre russos e turcos. Ao ser questionado sobre as acusações de grupos rebeldes de que o regime de Assad não estaria respeitando a trégua nos ataques, o ministro turco se mostrou preocupado e destacou que “se nós não formos capazes de para as violações do cessar-fogo, o encontro de Astana fracassará”.
Representantes dos rebeldes informaram que “congelariam” as conversas de paz em Astana porque as “violações” dos grupos pró-Assad estariam “ameaçando a vida de centenas de milhares de pessoas”. Mergulhada em uma guerra civil há quase seis anos, a Síria tenta um acordo diplomático para por fim ao conflito – que já matou centenas de milhares de pessoas e obrigou mais de seis milhões a saírem de suas casa (ANSA).

Papa lamenta morte de detentos em Manaus

O papa Francisco fez orações pelas vítimas da rebelião no presídio de Manaus na primeira audiência geral de 2017, realizada ontem (4). Ao todo, 60 pessoas morreram no complexo penitenciário Anísio Jobim após uma rebelião. “Chegaram notícias dramáticas do Brasil sobre o massacre ocorrido no presídio de Manaus, onde um violentíssimo confronto entre grupos rivais causou dezenas de mortes”, disse o Pontífice nas mensagens finais da audiência.
“Exprimo dor e preocupação pelo que aconteceu. Convido a todos para rezar pelos mortos, pelos seus familiares, por todos os presos daquele presídio e por aqueles que lá trabalham. E renovo meu apelo para que os institutos penitenciários sejam locais de reeducação e de reinserção social e as condições de vida dos presidiários sejam dignas de pessoas humanas”, falou o Pontífice. Após um momento de silêncio, ele pediu para que os presídios de todo o mundo “sejam locais de reinserção, que não sejam superlotados” e concluiu solicitando para que todos rezassem uma Ave Maria.
O Papa Francisco tem um especial apreço pela questão dos encarcerados, pedindo condições dignas e humanas para gestores do sistema prisional de todo o mundo. Ele, inclusive, visita prisões ao redor do mundo – sempre que possível – quando faz viagens internacionais (ANSA).

Fiat Crysler apresenta carro elétrico para ‘millenials’

A Consumer Eletronic Show (CES 2017), a maior feira de tecnologia do mundo que acontece todos os anos em Las Vegas, nos Estados Unidos, está começando hoje (5), mas algumas das novidades já começaram a ser divulgadas. É o caso da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) que apresentará nos próximos dias um carro revolucionário voltado para os “Millenials”. Trata-se do “Portal”, veículo conceitual da FCA que foi pensado, desenhado e projetado para as famílias da “geração y”, ou seja, de pessoas que nasceram na década de 1980.
Completamente novo nas formas e no design, moderno e futurístico, o carro também abre novos caminhos no setor automobilístico por se tratar de um veículo 100% elétrico com recarregamento rápido e por ser semi-automático, ou seja, poder ser dirigido sem quase qualquer intervenção do motorista. É equipado com um sistema de direção autônoma nível 3 que permite que o carro se dirija sozinho precisando apenas da atenção do motorista para que ele possa possivelmente intervir em alguns trechos mais difíceis ou complicados. O veículo é equipado por uma bateria de lítio-íon de 100 quilowatt por hora que consegue seguir cerca de 400 km. Com uma recarga rápida de 20 minutos, o modelo pode fazer até 240 km.
O carro conceitual, ou seja, que dá a ideia do que a FCA pretende desenvolver para os próximos anos, mas que não será lançado em 2017, também permite que o motorista e os passageiros se conectem com seus dispositivos eletrônicos usando para isso tecnologias de reconhecimento facial, de voz e biométrico. Com elas, o veículo conseguirá saber quem está no lugar no motorista e nos outros assentos e assim oferecer uma experiência personalizada, mudando a intensidade das luzes, do ar condicionado e até as playlists de músicas, que são armazenadas nas tecnologias de nuvens, conforme os gostos de quem está presente (ANSA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap