OKR contribui para o bem-estar de cada integrante do time

Pedro Signorelli (*)

Pessoas felizes tendem a produzir mais e muito melhor.

O trabalho é o local onde os profissionais costumam passar mais tempo durante o dia, tendo suas respectivas rotinas. Por essa razão, é importante manter um ambiente saudável, para que todos os colaboradores possam desenvolver seu potencial da melhor maneira.

Segundo pesquisa realizada pelo Top Employers Institute, cerca de 76% das melhores empresas globais se preocupam com o nível de estresse, carga de trabalho e qualidade de vida de seus colaboradores. Desta forma, o sucesso obtido por essas organizações comprovam que cuidar do bem-estar dos funcionários é essencial para o crescimento de um negócio.

Cabe à empresa disponibilizar itens básicos, e devemos reforçar que são básicos, o mínimo necessário, para que os profissionais possam trabalhar de forma satisfatória, como recursos e equipamentos para que seja possível exercerem suas tarefas. É primordial que o local possua uma estrutura de qualidade, assim como segurança, iluminação, temperatura, sonoridade, ventilação, alocação e higiene.

Além disso, construir um ambiente com condições adequadas é uma questão maior do que promover o bem-estar, sendo um fator obrigatório que as empresas devem fornecer aos seus funcionários. Um ambiente de trabalho desfavorável faz com que o time não se sinta bem, o que consequentemente vai levar à insatisfação e baixa produtividade.

É preciso que o líder saiba o que gera felicidade nas atividades profissionais. Ter esse conhecimento é importante, porque permite o desenvolvimento de estratégias e ações que busquem tornar o ambiente de trabalho mais saudável e prazeroso.
Promover a saúde física, mental e emocional do colaborador também se tornou uma questão cada vez mais necessária. E isso passa longe de colocar um tobogã, piscina de bolinhas ou uma mesa de ping pong. Estamos falando de propósito claro, liderança apoiadora, processos de trabalho adequados, além dos itens já mencionados.

Para obter êxito, o gestor precisa avaliar o clima organizacional, procurando entender quais fatores ajudam a melhorar o bem-estar da equipe e quais prejudicam o seu desenvolvimento. Diante disso, o OKR – Objectives and Keys Results – Objetivos e Resultados Chaves, pode ser útil no processo de estruturação das estratégias para melhorar o ambiente da empresa.

Afinal, a partir do momento que cria-se o entendimento de que cada integrante do time importa, o cenário muda. As pessoas não são iguais e possuem sentimentos distintos sobre o que “bem-estar” pode representar. Às vezes, uma situação boa para um, pode incomodar o outro. Sendo assim, o OKR pode auxiliar a definir objetivos e metas com clareza, para que os colaboradores passem a concordar entre questões coletivas.

Desta forma, é possível construir um diálogo, onde todos podem ser livres para pontuar o que lhes incomoda, com o intuito de promoverem um bem-estar geral e não só de alguns integrantes. E aqui estamos falando de um ambiente de trabalho onde as relações estabelecidas são de confiança, outro item básico a ser fornecido pela empresa.

A ferramenta do OKR, por possuir ciclos mais curtos, vai permitir ajustes constantes, apontando periodicamente o que deve melhorar e o que deve permanecer, garantindo um entendimento maior entre os aspectos da cultura organizacional e a qualidade de vida.

(*) – Especialista na implementação do método OKR, fundou a Pragmática Consultoria em Gestão, com o objetivo de ajudar outras organizações em suas jornadas de transformação e gestão (https://www.gestaopragmatica.com.br/).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap