Projeto da STI Norland prevê geração de 6 MWp em usinas do Rio Grande do Sul

A STI Norland, uma das líderes globais na fabricação e instalação de trackers fotovoltaicos, utilizados nas usinas de energia solar, realiza ainda este ano mais uma entrega de trackers para as novas usinas da empresa SolarGrid, nas cidades de Uruguaiana e Quaraí, no Rio Grande do Sul. Juntas, elas devem gerar 6 MWp de energia limpa. “A STI Norland fechou projetos com grandes empresas, confirmando a alta demanda do setor e o crescimento da energia solar no Brasil”, comemora Javier Reclusa, CEO da STI Norland.

Nos dois projetos, a STI Norland totalizará a entrega de 102 trackers bifaciais, com capacidade para 11.016 módulos com potência de 540 Wp. O modelo utilizado será o STI-H250 dual-row, que oferece o melhor LCOE do mercado, ou seja, melhor custo-benefício para as usinas. O tracker se destaca por sua adaptabilidade aos módulos bifaciais, o que possibilita geração de energia por meio da irradiação solar incidente tanto na face superior como na inferior, e ainda oferece maior segurança do projeto, pois é planejado – de acordo com a NBR 6123 – especificamente para regiões de ventos fortes.

Em parceria com a SolarGrid, a STI Norland foi pioneira na instalação da tecnologia de trackers bifaciais no Brasil, sendo a primeira usina instalada na cidade de Francisco Sá, em Minas Gerais, com capacidade de geração de 3,44 MWp. Essa parceria já rendeu ao todo cinco usinas solares fotovoltaicas, totalizando 15 MWp.

“A STI é uma grande parceira, já realizamos três projetos em conjunto, com entrega e qualidade e estamos iniciando mais de dez novos projetos nos próximos meses”, comenta Fabio Baldez, CEO da SolarGrid.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap