Vaticano divulga nova política de investimentos

Após os escândalos financeiros dos últimos anos, a Secretaria para Economia do Vaticano publicou ontem (19) mais uma grande mudança na orientação para os investimentos da Igreja Católica. A partir de 1º de setembro, entra em vigor uma nova política que veta atividades financeiras “com natureza especulativa”.

Segundo o documento, “pretende-se fazer com que os investimentos sejam focados para contribuir em tornar o mundo mais justo e sustentável; protejam os valores reais do patrimônio líquido da Santa Sé; estejam alinhados com os ensinamentos da Igreja Católica, com específicas exclusões de investimentos financeiros que contradizem os princípios fundamentais, como a santidade da vida ou a dignidade humana ou o bem comum”.

Em tal sentido, “é importante que sejam destinados a atividades financeiras de natureza produtiva, excluindo as [atividades] de natureza especulativa, e sobretudo sejam guiados pela escolha de investir em um lugar melhor que o outro, em um setor produtivo melhor que qualquer outro, e isso é sempre uma escolha moral e cultural”. A nova política foi debatida no Conselho para Economia e com especialistas do setor e foi enviada aos chefes de dicastérios (ministérios do Vaticano) da Cúria Romana.

Ainda conforme o Vaticano, as novas regras foram aprovadas de “maneira experimental” por cinco anos – quando serão analisadas novamente. Essa é mais uma mudança determinada pelo papa Francisco para tentar encerrar com os escândalos de uso do dinheiro da Igreja Católica (ANSA).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap