Liga Árabe se torna terceiro maior parceiro comercial do Brasil

As exportações do Brasil para a Liga Árabe fecharam 2019 com receita de US$ 12,197 bilhões, alta de 6,30% sobre o ano anterior, resultado que posiciona o bloco como a terceira parceria comercial do Brasil atrás da China (US$ 65,389 bilhões) e dos Estados Unidos
(US$ 29,556 bilhões), segundo informa a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, que acompanha o comércio com a região.

A entidade destaca que os mercados árabes sustentaram a demanda e mantiveram a fidelidade aos parceiros brasileiros, num ano em que compradores importantes, como China e Argentina, reduziram embarques devido à febre suína, que exterminou 40% do rebanho chinês e impactou a demanda por soja, e à crise econômica na nação latino-americana.

Os 22 países da Liga Árabe ainda responderam por 11,31% do saldo positivo da balança, ou US$ 5,204 bilhões, recursos que já estão à disposição do setor exportador para investimentos e ampliação do parque produtivo, uma das razões pelas quais o bloco deve continuar a ser visto como aliado estratégico na visão da entidade.

“Enquanto o mundo todo comprou 7,5% menos do Brasil, cerca de US$ 224 bilhões, e o superávit recuou 19,46%, para US$ 46,674 bilhões, os países árabes, mais uma vez, ampliaram pedidos, reforçando a importância da parceria comercial para a nossa economia”, sintetiza o presidente da Câmara Árabe, Rubens Hannun. Baixe os dados em: (http://bit.ly/2sXGkp8) – (AI.CCB).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap