Economia 21/08/2015

Aumento do desemprego e inflação preocupam Dilma

A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, e a primeira ministra alemã, Angela Merkel, durante encontro no Palácio do Planalto, em Brasília.
  • Save

A presidente Dilma Rousseff admitiu ontem (20), em entrevista no Itamaraty, que o aumento do desemprego e a inflação a preocupam “todo santo dia”

A declaração foi dada no dia que o IBGE informou que taxa de desemprego no País chegou a 7,5% em julho, a maior para o mês em seis anos.
“Tem duas coisas que me preocupam todo santo dia. Uma é a elevação do desemprego, porque eu sei que isso provoca sofrimento nas famílias desse País. Tudo o que eu faço é para impedir que isso aumente”, disse. “A segunda questão é a inflação, porque corrói o bolso das pessoas. Eu tenho certeza que vai melhorar”, completou Dilma, após almoço com a chanceler alemã Angela Merkel.
Dilma evitou comentar sobre possíveis aumentos de impostos para compor o caixa do governo, bem como não falou se haverá a antecipação do 13º salário dos aposentados. “Eu não vou me manifestar sobre isso, vou me manifestar absolutamente e oficialmente quando a gente tomar uma posição”, disse sobre o pagamento aos aposentados. “É uma questão que no seu tempo oportuno ficará bem clara”, emendou ao ser questionada sobre aumento de impostos.
A presidente brincou e reafirmou que convidou Merkel para vir aos Jogos Olímpicos em 2016, garantiu que a competição vai ser um sucesso e admitiu ter conversado com a chanceler alemã sobre os 7 a 1 sofridos pelo Brasil para a Alemanha na Copa 2014. “Ontem no jantar eu falei: é fato, perdemos de 7 a 1, mas estamos nos preparando para que, em algum momento no futuro, essa seja uma situação que se transformará”, concluiu (AE).

Porcentual de cheques devolvidos aumentou em julho

porcentual temporario
  • Save

São Paulo – O porcentual de cheques devolvidos pela segunda vez por falta de fundos ficou em 2,24% do total movimentado em julho, segundo pesquisa da Boa Vista SCPC. Em junho o porcentual estava em 1,98% e em julho de 2014 estava em 2,15%. Na passagem de junho para julho, o número absoluto de cheques devolvidos aumentou 5,5% , para 1,296 milhão, enquanto o de cheques movimentados recuou 6,6%, para 57,914 milhões.
No acumulado dos sete primeiros meses do ano, o porcentual de cheques devolvidos sobre o total de movimentados subiu para 2,16%, ante 2,05% do mesmo período do ano passado. Segundo a Boa Vista SCPC, no período de janeiro a julho de 2015, a quantidade de cheques devolvidos recuou 5,5%, enquanto a de cheques movimentados caiu 10,0%. Na mesma base de comparação, a devolução de cheques recuou 7,6% entre as pessoas físicas e 0,1% entre as pessoas jurídicas (AE).

Pessimismo da indústria de MG está maior

Belo Horizonte – O pessimismo do empresário industrial mineiro se manteve em agosto. Conforme a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), o índice de confiança (ICEI-MG) ficou em 33,7 pontos ante 34,3 pontos de julho, bem abaixo da linha divisória dos 50,0 pontos. “Comparativamente a agosto de 2014, o ICEI está 8,8 pontos menor, indicando que a falta de confiança dos empresários está mais intensa do que no período pré-eleição”, explicou a instituição, em nota. O pessimismo do empresário industrial mineiro é maior do que o executivo nacional.
Na análise por porte de empresa, as de pequeno porte são as mais pessimistas, com 31,6 pontos, enquanto o indicador das médias e grandes empresas registrou 34,5 e 34,4 pontos, respectivamente. A insatisfação é mais intensa com as condições de negócios da economia brasileira (14,8 pontos), seguidas das estaduais (16,5 pontos) e das condições na própria empresa (28,8 pontos).
As expectativas permanecem pessimistas, com indicador de 38,5 pontos, e estão disseminadas em todos os segmentos pesquisados: economia brasileira (27,4 pontos), economia do Estado (28,0 pontos) e economia da própria empresa (43,4 pontos). “Diante desse cenário, não há perspectiva de retomada da confiança”, frisou a Fiemg (AE).

 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link