Acordo permite investimento de R$ 6 bi em malha ferroviária

O governo de São Paulo acaba de anunciar investimentos de R$ 6 bilhões para reestruturação da malha ferroviária do estado. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a empresa Rumo Logística já haviam assinado a renovação antecipada da concessão ferroviária da Malha Paulista e o acordo previa a liberação do valor de R$ 6 bilhões em obras, trilhos, vagões e locomotivas, a serem investidos nos primeiros cinco anos de contrato.

O empreendimento irá atender 72 municípios paulistas. Entre as obras previstas estão as de recuperação de dois ramais que estavam desativados: Colômbia-Pradópolis (185,6 quilômetros) e Panorama-Bauru (369,1 quilômetros), que cortam o estado em direção ao Porto de Santos. O contrato original com a empresa Rumo, que venceria em 2028, foi renovado por mais 30 anos, pela ANTT mediante uma série de contrapartidas.

A Malha Paulista é responsável pelo transporte de soja, farelo de soja, milho, açúcar, combustíveis, fertilizantes, celulose, minérios e contêineres. Com a reestruturação da malha ferroviária – que engloba duplicações, reativações de trechos inativos, ampliação de pátios e obras de modernização, o estado deverá ampliar sua capacidade de transportar 35 milhões de toneladas de mercadorias por ano para 75 milhões por ano.

O governo paulista prevê a geração de 134 mil empregos diretos e indiretos com os investimentos na malha ferroviária do estado (ABr).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap