Startup de contabilidade aposta em educação financeira

A pandemia certamente trouxe muitos desafios para as pequenas e médias empresas, além de profissionais liberais e freelancers. O maior deles com certeza foi na saúde financeira, abalada pelo isolamento social e fechamento de diversas oportunidades de negócios.

No entanto, algumas empresas adotaram novos processos para manter vivo o sonho destes empreendedores, afinal, isso faz parte da proposta de inovação trazido pelas startups. A Contabilizei, maior escritório de contabilidade do país e pioneira a digitalizar os processos contábeis, criou o “advisory”, uma célula consultiva que está atuando preventivamente em clientes que apresentaram reduções significativas no faturamento das suas empresas durante a pandemia.

Assim, foi possível que os especialistas da startup ajudassem a mapear despesas, ordenar e renegociar os gastos fixos, informar sobre postergações e isenções de impostos, além de realizarem parcerias com instituições financeiras a fim de viabilizar parcelamento de débitos e ofertar contas digitais sem mensalidade.

Milhares de clientes foram beneficiados pela iniciativa, um deles foi o representante comercial Claudius Nascimento, que abriu empresa com a startup há três anos. “Recebi orientações, dicas e até descontos. É ótimo ver que, em plena pandemia, há uma mobilização para auxiliar os clientes. É importante ter essa preocupação”, conta.

“Não podemos esquecer que, atrás de cada um de nossos clientes existe uma história de sonho e empreendedorismo e quando começamos a receber ligações com pedidos de ajuda e/ou cancelamento, sabíamos que precisávamos fazer algo a mais, algo pragmático, objetivo e que os auxiliasse a encontrar a melhor solução para mantê-los operando”, afirma Heitor Barcellos, VP de serviços financeiros da Contabilizei.

Para ele, os efeitos de terem tomado tal medida foram duplamente positivos. Primeiro porque internamente foram reforçados que o sucesso das equipes dependem dos sucessos de seus clientes, e muitos que estavam para fechar suas portas conseguiram se manter saudáveis e prontos para a retomada do pós-pandemia.

Foi um momento também de consciência. Muitos empreendedores se deram conta que fechar a empresa para reabrir futuramente sairia mais caro e que os serviços não representavam uma parcela significativa de seus gastos fixos, além de serem essenciais para manterem a empresa ativa. Para o VP de serviços financeiros da Contabilizei, apostar na educação financeira foi uma decisão muito acertada. Fonte e mais informações: (www.contabilizei.com.br).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap