Renner defende a flexibilização de leis trabalhistas

O presidente da Renner e conselheiro do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV), José Galló, classificou as medidas de ampliação do crédito empreendidas pelo governo como positivas.

A avaliação foi feita após reunião com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa. Galló também saiu em defesa da flexibilização da legislação trabalhista.
“Tudo que seja direcionado a crédito, que facilite o consumo, que facilite o investimento é bom”, disse. Para ele, a facilitação do crédito não deve gerar preocupação sobre a inadimplência. “O consumidor brasileiro é muito comportado em relação ao crédito. Se ele cai numa lista negra, num SPC, num Serasa, ele tem grandes dificuldades”. Ele ressaltou que, historicamente, a inadimplência tem aumentos momentâneos, mas logo se ajusta.
No encontro com Barbosa, também estavam presentes outros nove executivos de redes de varejo, como Luiza Trajan. De acordo com Galló, a reunião tratou de assuntos como a retomada da economia. “Não viemos reclamar de nada, viemos nos colocar à disposição”, afirmou. Apesar de dizer que não tratou especificamente desse tema com Barbosa, Galló saiu em defesa de uma flexibilização das leis trabalhistas. “Para que a gente consiga fazer uma adequação maior de aproveitamento de pessoas”, justificou. Segundo ele, a proposta visa permitir que algumas situações negociadas com sindicatos prevaleçam, “sem ofender a CLT” (AE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap