Reajuste dos planos de saúde no Senado

O senador Paulo Paim (PT-RS) protestou contra os recentes reajustes dos planos de saúde.

O parlamentar informou que vai realizar uma audiência pública na Comissão de Direitos Humanos para tratar do assunto, em razão dos ‘valores exorbitantes e proibitivos que vêm sendo cobrados pelas operadoras’.
“É impagável. Ninguém consegue mais pagar. Saúde é um dos setores com os quais a administração pública não pode brincar. Qualquer descuido e os reflexos sobre a sociedade são devastadores”, afirmou.
Os aumentos dos planos têm ficado sempre acima da inflação e dos reajustes do salário mínimo. E a situação, segundo ele, é ainda pior no caso dos planos coletivos, que são a maioria dos comercializados no país. Dos mais de 50 milhões de beneficiários, somente 10 milhões têm contratos individuais.
O senador José Medeiros (PPS-MT) cobrou atuação do órgão regulador do setor, a ANS, e lembrou que boa parte dos clientes das seguradoras acabam migrando para o atendimento público. “E as empresas fazem o diabo para não pagar o SUS, o que prejudica o sistema inteiro”, lamentou (Ag.Senado).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap