74 views 5 mins

Os cinco passos para o sucesso da empresa

em Destaques
segunda-feira, 13 de dezembro de 2021

Pedro Signorelli (*)

O sucesso de uma empresa é determinado pela constante relevância em seu ramo de atuação. Metas ousadas e ambiciosas são primordiais para uma trajetória bem sucedida. Para isso, parece clichê dizer, mas ela precisa inovar, assim é importante que possua um sistema de gestão que viabilize tudo isso: entregar o que é preciso hoje e continuamente inovar para garantir relevância no futuro. Pensando nisso, separei cinco passos que te guiarão na jornada rumo ao sucesso.

A administração por OKRs (Objectives and Key Results), que são uma abordagem de estabelecimento de metas, onde os Objetivos são aqueles que você e a empresa pretendem alcançar e os Resultados Chave descrevem e mensuram esses se os objetivos estão sendo alcançados – sempre envolvendo o time – são uma forma mais moderna de gestão, mais compatível, e, na verdade, fundamental para os dias atuais, inclusive porque eles preconizam o planejamento em ciclos menores, assim como os ajustes constantes.

Os OKRs te ajudam a definir o que é preciso realmente fazer, o que é prioritário naquele momento e onde focar os esforços, além de ajudar validando as ideias.

1- Defina planejamentos a curto prazo – O planejamento de curto prazo baseado em resultados é fundamental, na verdade passou da hora de ser adotado. Um fator presente em muitas organizações é que elas ficam presas no sucesso do passado. É preciso aprender a desapegar de algumas coisas que trouxeram a organização até aqui e que não vão levá-la adiante como fazer exclusivamente planejamento anual.

2 – Quebre o monopólio da tomada de decisão – A centralização da gestão, ou da tomada de decisões, precisa ser coisa do passado, isso não engaja e, como consequência, não proporciona que as pessoas e os times, desenvolvam seu potencial adequadamente, não trazendo o máximo dos resultados possíveis.

A construção dos OKRs cria uma visão compartilhada do que se deseja alcançar, enquanto estratégia da empresa, trazendo de forma clara o que é importante e engajando mais os colaboradores em torno desta agenda. Com isso, a execução da estratégia não é definida apenas pela direção da empresa. Os demais colaboradores também têm participação no processo de construção das metas.

3 – Diálogo com o time – Na era do conhecimento, isso é fundamental pois a diversidade de ideias enriquece a discussão e gera engajamento em torno do plano proposto. Sem dúvida, a hierarquia estará mais presente nas organizações mais antigas ou maiores, mas o processo precisa ser diferente, com uma vertente bottom up, além da tradicional visão top down, trazida pelos altos executivos da organização e/ou os mais experientes.

4 – Seja um líder de resultados – Há vários pontos a considerar quando se pensa numa liderança de resultados, no entanto, eu consigo centrar esse perfil em dois pontos: clareza de direção e suporte ao longo da jornada. Isso porque o líder de resultados tem a consciência da importância do time e do quanto é necessário que todos conheçam os rumos da companhia.

A ideia de que o distanciamento entre líder e liderados serve para manter a autoridade é na verdade uma péssima forma de manter a autoridade que, na verdade, vem pelo reconhecimento da atuação de cada um nas áreas do negócio e pela forma com que orienta e apoia seus liderados na execução das tarefas.

5- Seja disciplinado – Depois que os OKRs são definidos é fundamental que sejam colocados em prática e que se mantenha a disciplina de acompanhamento das metas traçadas. Sempre teremos desafios em uma organização ou na nossa vida, colocaremos tudo a perder se achamos que os OKRs já foram dominados completamente. Nunca serão.

O sucesso se mantém através da disciplina de perseguir metas ambiciosas constantemente e melhorar o negócio da mesma maneira

(*) – Especialista na implementação do método OKR, fundou a Pragmática Consultoria em Gestão, para orientar organizações em suas jornadas de transformação e gestão (www.gestaopragmatica.com.br).