Odebrecht nega risco de deslizamento na Arena Corinthians

A Construtora Odebrecht negou que existam riscos ao público da Arena Corinthians, localizada na zona leste.

“Ao longo destes dois anos e meio de operação, dezenas de partidas de futebol e diversos outros eventos foram realizados, sem oferecer qualquer risco aos usuários”, diz, na página do Corinthians, o comunicado divulgado pela empresa que construiu o estádio.
Na terça-feira (1º), após uma inspeção na arena, a Sabesp identificou indícios de vazamento no local. A empresa responsável pelo abastecimento de água na cidade disse que alertou em fevereiro o Corinthians sobre a alta de consumo no estádio, “o que sinalizaria um vazamento interno”, segundo comunicado da companhia.
Uma reportagem publicada ontem (3) pelo jornal Folha de S.Paulo diz que há possibilidade de deslizamento no estacionamento do estádio devido ao vazamento. A Odebrecht diz que o vazamento detectado pela Sabesp era causado por um problema em um registro, que não afetou o terreno. O deslizamento ocorrido em parte do estacionamento do estádio foi causado, segundo a construtora, por chuvas além do esperado.
A construtora diz ainda que garante a qualidade da obra entregue, mas que a manutenção do espaço é de responsabilidade do Fundo Imobiliário que administra a arena. O espaço tem toda a documentação e laudos que garantem a segurança do local (ABr).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap