Logística de última milha impulsiona crescimento do comércio eletrônico

Bruno de Sá (*)

As empresas de comércio eletrônico presenciaram um grande crescimento de pedidos durante a pandemia, devido às restrições para as lojas físicas. A preocupação e interesse com entregas mais rápidas e manuseio mais seguro dos produtos aumentou por conta nessas entregas.

Por conta disso, um termo que ganhou força nos últimos anos é entrega de última milha (em inglês, last mile delivery), que não é apenas um truque de marketing para atrair clientes, e sim uma real necessidade tanto para gigantes do comércio eletrônico, quanto para pequenas empresas de comércio eletrônico.

Segundo a Accenture, 89% das empresas de varejo, manufatura e logística acreditam que o comércio eletrônico cria uma necessidade maior de entregas mais rápidas. É essa demanda que está impulsionando o conceito de last mile delivery e promovendo soluções como entregas no mesmo dia.

  • O que é logística de última milha? – A logística, ou entrega, de última milha se refere à etapa final no processo de entrega de um centro de distribuição ou armazenamento, até o usuário final. Como o nome indica, é última parte de uma entrega, que pode variar de alguns quarteirões a 160km, dependendo da distância entre as partes.

Na maioria das vezes, a logística de última milha envolve o uso de pequenas transportadoras para entregar mercadorias aos consumidores. De acordo com um relatório da MasterCard, o envio de encomendas movimentou US$ 900 bilhões em 2020, e a expectativa é de que entre 20 e 30% desse crescimento seja permanente para o setor.

Além disso, empresas de logística de todos os tamanhos identificaram a logística de última milha como a base para impulsionar o crescimento e a lucratividade.

  • Por que é um processo importante para as empresas? – Todo o processo de fabricação de um produto e sua disponibilização aos clientes depende da entrega de última milha. Tanto a entrega de primeira milha quanto a de meia milha são back-end e não lidam diretamente com os consumidores.

A entrega de última milha é a parte que interage com o cliente. Agora, se removermos a last mile delivery do processo, os consumidores devem retirar fisicamente seus pedidos em uma loja ou centro de distribuição. Assim, o cliente tem que gastar com o produto e com o custo de transporte até o vendedor.

Além do custo, pode haver problemas como atrasos, manuseio de produtos, rastreamento de itens e danos em trânsito que o cliente deve arcar. Com a entrega de última milha, os clientes podem ter o produto entregue à sua porta e acompanhar todas as atividades de trânsito.

  • Quais são as vantagens da última milha para a cadeia de suprimentos? – Durante o boom da economia online, ficou mais claro do que nunca que, para pequenas e médias empresas (PMEs), a última milha é uma ferramenta essencial para sobreviver e crescer.

A possibilidade de entregar na casa do cliente cria uma vantagem num ambiente altamente competitivo e garante a qualidade e segurança do processo desde o momento em que o produto sai do armazém até chegar ao consumidor final.

  • Vantagens da logística de última milha na cadeia de distribuição:
  • Reduz os custos operacionais. Tecnologia e algoritmos especializados em embarques com serviços de entrega eficientes reduzem os custos logísticos em até 40%;
  • Otimização do prazo de entrega para o cliente final;
  • Remessa sob demanda que pode ser entregue em residências particulares ou estabelecimentos comerciais;
  • Melhora a experiência do cliente com uso de geolocalização em tempo real, otimização de rotas e personalização de serviços;
  • Aumento da qualidade e variedade no modo de transporte. É possível utilizar desde caminhões e vans até soluções mais rápidas e leves, como motocicletas.
  • Gerenciamento de entregas de última milha – Gerenciar entregas individualmente pode se tornar um desafio sem ferramentas e infraestrutura produtivas. Por exemplo, se você estiver entregando mais afastadas, bem como rurais, nem sempre se tem um mapeamento de GPS ou sinal de telefone adequado, trazendo um desafio para a logística.

Aqui, você precisará de um software de gerenciamento de entrega inteligente que possa ajudar na automação de atribuições de entrega e gerenciamento de pedidos, entre outros. Existem empresas de logística, como a Borzo, que ajudam na atribuição automática de pedidos de entrega individuais para a equipe de entrega com base na localização, hora e rota para minimizar atrasos.

  • Rastreamento de última milha – Quando se concentra em entregas individuais mais rápidas, o rastreamento de correio de última milha ocupa o centro do palco. O rastreamento permite que as empresas otimizem a rota e garante entregas mais rápidas. Especialmente para áreas urbanas, contornar picos de tráfego e chegar ao local que o cliente se encontra é essencial.

Veja o exemplo das entregas de comida. Se você vai servir comida quente e fresca para seus clientes, o rastreamento do correio de última milha é vital para uma melhor experiência do cliente. Cerca de 66% dos clientes param de comprar em uma loja de comércio eletrônico após duas experiências de das entregas atrasadas. Assim, acompanhar a entrega se torna muito importante.

Para uma pequena empresa de comércio eletrônico, a abordagem de última milha é fundamental para as operações diárias. As entregas podem ser divididas em unidades menores para melhor gerenciamento do que uma abordagem em massa.
Além disso, existem vários desafios para o sistema de entrega de última milha que podem ser transformados em uma oportunidade com o tipo certo de soluções tecnológicas.

(*) – É country manager da Borzo, startup de intermediação de entregas expressas de mercadorias (https://borzodelivery.com/br).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap