Igrejinha da Pampulha foi reaberta

A igreja, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, foi a primeira no Brasil construída no modelo modernista. A obra recebeu investimentos de R$ 1,07 milhão do governo federal. A igreja estava fechada desde 2017.
Os procedimentos de restauração incluíram revitalização de piso, revestimentos, pinturas, impermeabilização e recuperação de elementos danificados. A obra também removeu o forro da nave, instalou telhas e calhas, revisou a instalação elétrica e reformou sanitários.
Construída entre 1942 e 1943, o imóvel foi entregue à igreja apenas no fim da década de 1950 por causa da recusa de dom Cabral, primeiro arcebispo de Belo Horizonte, de consagrar a Igreja em razão de suas formas modernas, que contrariavam os padrões religiosos da época.
O templo é reconhecido como Patrimônio Cultural Brasileiro desde 1947. Ele está inserido no Conjunto Moderno da Pampulha, reconhecido como Patrimônio Mundial desde 2016. A igreja tem painéis e pinturas de Cândido Portinari, esculturas de Alfredo Ceschiatti, arte abstrata em pastilhas de Paulo Werneck e paisagismo no entorno de Roberto Burle Marx (ABr).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap