Estratégias para retenção de clientes na Black Friday

De acordo com os dados da pesquisa feita pela consultoria Ebit Nielsen,em 2020, ocorreu um aumento de 41% no faturamento de vendas online. Em 2021 no primeiro semestre, o e-commerce bateu recorde de vendas, chegando em R$ 53,4 bilhões em faturamento no país. Já a Black Friday, evento mais importante do setor, movimentou cerca de R $7,72 bilhões no último ano, incluindo a CyberMonday.

Na Black Friday de 2021, baseado em intenção de compra, a pesquisa mostra que o quadro se mantém estável em relação ao ano passado – quando cerca de 72% dos entrevistados informaram que iriam comprar algo na data. É normal sabermos que empresas não poupam esforços e costumam gastar dinheiro e tempo neste período para atrair o máximo de consumidores, no qual buscam por produtos e serviços principalmente com promoções e descontos vantajosos.

A questão é que atualmente não basta apenas atender estas demandas, com o mercado cada vez mais competitivo, disputado e desafiador, a experiência de usuário com a marca se tornou fundamental para atrair os clientes e também em suas escolhas. Pensando nisso, a Attri, consolidada entre as principais empresas de Tecnologia e Usabilidade do Brasil, com mais de 10 anos no mercado, separou 6 Estratégias de UX para criar relacionamentos duradouros com seus clientes por meio de suas experiências, confira:

  1. – Nunca parar de testar: Testes de usabilidade com usuários são a principal maneira de saber o que está ou não funcionando em suas plataformas e aplicativos. Apps mobile que travam, por exemplo, perdem usuários e também a possibilidade da retenção.
  2. – Simplificar sites e aplicativos: Ofereça uma interface simples que não sobrecarregue a jornada do consumidor com atributos em excesso. Mostrar tudo que sua marca pode é bastante tentador, mas até algo bom pode ser demais.
  3. – Implemente UX Design: Mais de 75% dos consumidores julgam um site baseado apenas em estética. Então, limite o número de decisões do usuário através da psicologia, para que as decisões sejam fáceis e rápidas; Quanto maior e mais próximo um elemento for, mais fácil e rápido é de clicá-lo. E saiba, clientes se lembram das informações em partes, o número máximo de objetos que uma pessoa é capaz de memorizar é sete.
  4. – Guiar, ensinar e apoiar: Uma boa estratégia de UX contém sua parcela de ensinamentos e orientações, seja, um e-mail de boas-vindas introduzindo sua marca e plataformas aos usuários. Clientes aprendem a usar os produtos com a orientação da empresa.

Além disso, é possível guiar e ensinar usuários dentro do aplicativo ou site, através das configurações iniciais, popovers e modals. Ao se antecipar e responder as questões do usuário, a empresa melhora sua UX, evitando frustrações e aumentando o nível de satisfação durante a jornada.

  1. – Priorizar a acessibilidade: Um site muito complexo pode falhar ao carregar em determinados smartphones, sem contar situações envolvendo conexões péssimas. Além disso, é importante desenvolver apps sabendo desde o início que haverá necessidade de descrições de fotos em áudio para cegos e legendas para surdos e pessoas com problemas de audição. Plataformas acessíveis são importantes na retenção de clientes
  2. – Oferecer uma experiência de usuário inesquecível: Encantar clientes é garantir a retenção deles. Uma estratégia de UX, do desenvolvimento ao design, passando pelo texto e conteúdo, tem o poder de fazer o usuário voltar para a plataforma buscando sempre ser surpreendido. Para reter os clientes, criar momentos que os recompensem é fundamental.

E aqui não estamos falando de dinheiro, mas dos elementos que causam boas emoções no usuário. É uma resposta diferente, uma descrição detalhada, um layout que converse com alguma promoção específica,são atributos que criam experiência positiva para o usuário. Fonte e mais informações: (https://attri.com.br/).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap