Confira algumas importantes dicas para se sair bem nos processos seletivos

No dia 3 de junho comemorou-se o dia do Profissional de Recursos Humanos, que abrange uma variedade enorme de funções, e, ao longo dos últimos anos, vem ganhando cada vez mais espaço nas organizações.

Entre suas atribuições está o recrutamento e seleção de talentos: desde a análise de currículo, entrevista, teste, até a efetiva contratação. Para muitos candidatos, a entrevista traz aquele “friozinho na barriga” e ansiedade. Uma mistura de emoções e sentimentos, afinal, são poucos minutos para demonstrar o talento.

A fim de auxiliar quem busca uma nova oportunidade, a coordenadora do curso Gestão de Recursos Humanos da faculdade Anhanguera, Danieli Hernandes, elenca dicas importantes de como obter destaque nos processos seletivos e conquistar a vaga tão sonhada. Confira:

1- Redes Sociais – Hoje, as redes sociais são como uma janela onde conseguimos observar diversos horizontes, que nos permite buscar novas oportunidades ou até mesmo encontrar o caminho mais fácil e seguro para o desenvolvimento profissional e o “emprego dos sonhos”.

Plataformas como Instagram, Facebook e LinkedIn, nos permitem adentrar no mundo profissional através de um clique, e, assim, é possível criar um perfil profissional moldado com base nas tendências de mercado, o qual compete na atualização e manutenção constante, do que o mercado está necessitando naquele momento.

As redes sociais são ferramentas importantes que devem ser exploradas na busca por emprego e na construção de um perfil profissional. Contudo, é preciso ficar atento para não cometer gafes que possam atrapalhar seu objetivo a longo prazo. O conteúdo postado no perfil pessoal é diferente do que deve ser publicado em um perfil profissional.

2- Elaboração do CV – Preparar o currículo sempre foi um assunto bastante falado, principalmente pelos recrutadores. Um currículo bem objetivo e organizado gera curiosidade por parte do empregador e, assim, a chance de obter sucesso cresce ainda mais. Coloque habilidades e conhecimentos em destaque – isso vai chamar a atenção do recrutador.

Em processos seletivos com muitos candidatos, os recrutadores levam segundos para avaliar um currículo. Por isso é importante valorizar seus pontos positivos, além de destacar no documento as suas experiências profissionais que mais tenham ligação com a vaga pleiteada. Isso aumenta as chances do perfil ser destacado pelo profissional de RH.

3- Cadastramento do CV em sites de Recrutamento – Com o currículo já pronto, faça seu cadastro nos principais sites de seleção da sua região e em sites de recrutamento nacionais, aumentando as chances de ingressar no tão sonhado emprego. Lembre-se: “só quem é visto, é lembrado”. Esteja atento, preencha todas as questões e não deixe, em nenhum momento, de atualizar seu status nas plataformas em que se inscreveu.

Mantenha sempre o seu perfil atualizado nesses sites. Os profissionais de RH acessas essas plataformas com bastante recorrência, e como muitas delas usam de algoritmos para deixar a procura pelos candidatos e por vagas mais assertiva, quando mais preenchido for o perfil do candidato, mais chances ele tem de ser direcionado para a oportunidade que mais se encaixa para ele.

4 – Desenvolvimento de Habilidades Comportamentais – Nos dias atuais, desenvolver habilidades comportamentais (soft skills), que estão ligadas à inteligência emocional, trabalho em equipe, resiliência para lidar com problemas e soluções no espaço de trabalho pode ser um diferencial na hora de conquistar aquela tão sonhada vaga.

É comum os profissionais de RH dizerem que o currículo contrata, e as atitudes do profissional são responsáveis pela demissão. O mercado de trabalho e o mundo corporativo atual têm cobrado cada vez mais competências socioemocionais dos profissionais, como responsabilidade, proatividade, inteligência emocional, capacidade de trabalhar em grupo, entre outras habilidades interpessoais.

5- Preparação profissional – Sabemos que em um mundo globalizado com diversas profissões em alta no mercado, fica até difícil escolher qual seguir, então o ideal é que seja feito um teste vocacional, para, assim, conseguir caminhar no que está mais próximo às competências individuais. Nessa etapa, é importante buscar ajuda profissional com um especialista em RH ou Psicologia.

Uma ajuda profissional de especialista na área pode ser benéfica para o profissional que está em dúvida de qual caminho seguir, especialmente os que estão em início de carreira, ou pensando em entrar no mercado de trabalho.

6- Especialização em uma única área – Escolha um ramo de atuação e se especialize no mesmo, assim, você será o melhor na sua área de atuação e não faltará trabalho. Lembre-se que o mercado está cheio de profissionais medianos, então seja o profissional excelente. Quanto mais alto é o nível de apropriação sobre determinado assunto, maiores serão as oportunidades que se abrirão no mercado de trabalho.

Os bons profissionais, aqueles que estão sempre por dentro das novidades do mercado e de sua área de atuação, sempre têm um lugar ao sol. É importante manter-se atualizado e buscando compreender as tendências mais atuais, para aplicá-las no seu dia a dia de trabalho. Essa é também uma das características mais procuradas pelas empresas nos candidatos.

7- Participar de projetos sociais – Segundo a especialista, qualquer profissional que tenha no seu currículo uma atividade no terceiro setor é melhor visto pelas empresas, sobretudo os que de fato praticam o voluntariado e a solidariedade e se interessam pela área.

Um profissional que dedica seu tempo a ajudar o próximo certamente carrega valores como o ajuda mútua, trabalho em grupo e outras qualidades que bem aplicadas no mundo corporativo vão resultar em conquistas profissionais. – Fonte e outras observações: (https://anhanguera.com).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap