Automação de Processos Robóticos: o que é e por que utilizar

Quem nunca trabalhou na mesma rotina todos os dias? Vai trabalhar, liga o computador, abre o e-mail, baixa arquivos com milhares de dados, processa os dados e os insere no sistema um por um. Depois disso, monta um relatório para apresentar ao supervisor. Este é um exemplo, mas podem ocorrer diversos outros dependendo da área de trabalho.

“As pessoas perdem um grande período no ambiente de trabalho com a elaboração de ações rotineiras. Isso pode não ser um problema a curto prazo, mas imagine se todos os dias a rotina se resumisse a essa tarefa. Isso gera, normalmente, um trabalho automático, porém tedioso e pouco motivacional. Para combater essa rotina as empresas se preocupam cada vez mais com a Automação de Processos Robóticos”, explica Marco Lagoas, sócio da Witec IT.

Ele explica ainda que para melhorar esse tipo de situação que a automação de processos rotineiros e operacionais, também conhecido como RPA (Robotic Process Automation), surgiu. Os bots (robôs) ajudam em todas as tarefas repetitivas. “Então, em vez do profissional se tornar um “robô”, trazemos o robô assistente para ajudá-lo na sua rotina”, explica Marco.

Entendendo mais profundamente a Automação de Processos (RPA):
O RPA é uma tecnologia que permite às organizações automatizar as tarefas de alto volume, repetitivas e baseadas em regras, usando robôs de software — como mover arquivos e pastas ou extrair dados de documentos, de forma ágil e com margem de erro zero. Esses “robôs” irão imitar a interação de humanos com a interface do sistema em um processo, que foi configurado anteriormente de acordo com determinadas regras.

Em vez de deixar essas tarefas para funcionários humanos, os bots RPA são programados para executá-las sob demanda, em uma fração do tempo que levaria de outra forma, permitindo que sua equipe se concentre na resolução de problemas e na criação de valor para a empresa por meio do uso da criatividade e habilidades unicamente humanas.

Os bots são uma ferramenta que permite às organizações criarem eficiências em suas operações por meio da automação inteligente. Eles são simples de configurar e trabalhar em qualquer plataforma. Os cenários de RPA variam de algo tão simples, como gerar uma resposta automática a um e-mail até a implantação de milhares de bots, cada um programado para automatizar trabalhos em um sistema ERP.

O RPA é visto cada vez mais como um facilitador-chave das iniciativas de transformação digital. Quais são os benefícios da automação de processos robóticos? Realmente é muito interessante o uso do RPA na rotina de uma empresa, certo? Vamos ver agora alguns dos inúmeros benefícios trazidos por essa prática:

  • Precisão e qualidade – As tarefas de rotina, quando automatizadas, são realizadas da mesma maneira todas as vezes. Os robôs seguem todas as regras ao pé da letra, produzindo 100% de acerto nos resultados do processo, aumentando assim a precisão e diminuição de tempo na entrega.

O tempo que um bot gasta para realizar uma tarefa é muito menor em comparação com as abordagens manuais, além de operar 24 horas por dia, 7 dias por semana, sem interrupção. O RPA também reduz os casos de retrabalhos e melhora drasticamente a qualidade dos relatórios gerados.

  • Consistência – A robótica é uma tecnologia segura que fornece consistência perfeita na execução das atividades em todos os seus processos, isso significa que o bot executa a tarefa da mesma maneira todas as vezes. Esses “robôs” não cometem erros humanos, como erros de digitação e garantem que sua empresa se torne mais escalável.
  • Análise aprimorada – Ter acesso a dados precisos e sem erros de várias fontes melhora a qualidade das suas análises e garante uma tomada de decisão mais assertiva. Os bots seguem as regras de conformidade regulatória e fornecem um histórico de trilha de auditoria, se necessário.
  • Maior produtividade do funcionário – Em última análise, o RPA facilita que humanos e robôs façam exatamente aquilo em que se destacam. À medida que o RPA libera os funcionários de suas tarefas rotineiras, eles podem se concentrar mais na interação com o cliente, no gerenciamento de relacionamento e outras atividades nas quais os humanos se destacam naturalmente. Ou seja, os trabalhadores ficam livres para trabalhar em tarefas de maior valor e mais gratificantes.

. Exemplos de automação de processos robóticos – O software RPA é flexível e pode ser aplicado a todos os tipos de processos de negócios para atingir vários objetivos diferentes. Aqui estão alguns exemplos específicos do que os bots RPA podem fazer por você:

• Iniciar vários aplicativos e fazer login automaticamente;
• Abrir e-mails e anexos;
• Copiar e colar dados e mover arquivos e pastas;
• Emitir Notas Fiscais de Produtos / Serviços / CT-e;
• Realizar a conciliação bancária da empresa;
• Processar dados seguindo regras lógicas ou fazendo cálculos;
• Extrair dados de documentos, preencher formulários, mesclar dados de várias fontes;
• Extrair e inserir dados em relatórios ou painéis;
• Aumentar as informações recolhendo dados da web, incluindo mídias sociais;
• Integrar-se com ferramentas empresariais conectando-se a APIs do sistema ou lendo e gravando em bancos de dados.

“E esses são apenas alguns exemplos de como a automação pode ajudar na rotina da sua empresa. Existem inúmeras outras tarefas que um bot pode fazer por você, mas se eu fosse citar todas elas esse artigo não acabaria nunca”, conta Marco Lagoa.

  • Automatizar para Humanizar – “A dúvida que fica nesse ponto é: mas se eu automatizar os processos vou perder o caráter humano da minha organização. Pois saiba que esse é um pensamento equivocado. Grandes empresas conhecidas por sua humanização, como o Nubank por exemplo, utilizam RPA em larga escala”, conta o representante da Witec.

A lógica deve ser exatamente a contrária. É preciso planejar a automatização de forma humanizada e personalizada, facilitando assim a rotina da sua equipe e permitindo que ela possa trabalhar no que realmente importa: os serviços/produtos oferecidos aos seus clientes. O próprio sócio da Witec tem uma startup para desenvolvimento dessa tecnologia focando no futuro: a Roboo Automation, apostando que essa área apresentará grande crescimento nos próximos anos.

O relatório Future of Jobs 2020, do Fórum Econômico Mundial, estima que, até 2025, 85 milhões de funções serão substituídas por máquinas, enquanto 97 milhões de novas funções poderão surgir, dessa vez mais adaptadas à nova divisão de trabalho entre humanos, máquinas e algoritmos. Ou seja, as empresas serão obrigadas a se adequar. – Fonte e outras informações: (https://witec.com.br/).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap