América Latina tem alto interesse por cartões de metal

A CompoSecure, Inc., empresa líder no oferecimento de cartões de pagamento, criptomoedas, armazenamento de bens digitais e soluções de segurança, divulgou um novo relatório com base em um estudo global independente da Edgar, Dunn & Company a pedido da CompoSecure.

A pesquisa aponta que a América Latina — especialmente o Brasil e o México — está entre as regiões mais interessadas em instituições financeiras com cartões de pagamento de metal associado a um programa de fidelidade e recompensas.

A América Latina tem a maior porcentagem de clientes que têm uma boa impressão de seus bancos por oferecerem cartões de metal, notadamente, maior do que a média dos respondentes à pesquisa (73% contra 58%). Um número expressivo de 88% das pessoas, no Brasil e no México, disse que escolheriam uma oferta que inclui um cartão de metal, se as recompensas e benefícios fossem semelhantes.

Essa é a segunda porcentagem mais alta de todas as regiões pesquisadas e um número, significativamente, maior do que a média global de 70%. Algumas das descobertas importantes do estudo realizado na região da América Latina incluem:

Alvo principal para cartões de metal — A pesquisa identificou o Brasil e o México são países ideais para implementar cartões de metal em razão do baixo conhecimento sobre o produto, mas alto interesse. Cerca de 65% dos consumidores brasileiros não estão familiarizados com cartões de metal, mas cerca de 40% deles gostariam de ter um.

O conhecimento sobre e o interesse em cartões de metal aumentou em toda a região da América Latina. No Brasil por exemplo, o conhecimento sobre cartões de metal aumentou 10% desde 2018, quando apenas 25% dos consumidores brasileiros tinham conhecimento sobre o produto.

Retenção de clientes — Os clientes estão dispostos a mudar de banco para terem um cartão de metal. O Brasil tem a maior porcentagem de 73% dos entrevistados que deixariam seus bancos por algum outro que oferecesse cartões de metal. O México não fica atrás com 70% dos entrevistados tendo a mesma opinião.

Consumidores afluentes — Instituições financeiras podem alcançar clientes de classe alta oferecendo uma solução premium de cartões de metal. A pesquisa indica que consumidores latino-americanos de classe alta têm uma percepção positiva sobre cartões de metal (México 89% e Brasil 76%).

Clientes futuros — Bancos na América Latina podem, potencialmente, atrair clientes mais jovens ao oferecer cartões de metal. Uma porcentagem maior de millenials (jovens adultos de 25 a 34 anos) no Brasil (83%) e no México (75%) estão dispostos a deixar seus bancos por outras instituições que oferecem cartões de metal, se o programa de benefícios for semelhante.

Brasil e México (89% e 88% respectivamente) também registraram as maiores porcentagens de todos os mercados em que os jovens preferem uma solução de pagamentos em metal se todas as recompensas forem iguais.

Metal reciclado — O estudo também indica um foco em sustentabilidade em quase todos os mercados, com a maioria (72%) dos entrevistados afirmando que escolheria um cartão feito de materiais sustentáveis se todas as recompensas e benefícios fossem semelhantes. A afirmação foi extremamente comum no Brasil (87% dos entrevistados) e no México (86%).

Atração do metal — Segundo os entrevistados pela pesquisa, a principal razão pelo interesse em cartões de metal é a durabilidade e o design inovador. Esses motivos são vistos no México (54%) e no Brasil (52%).

– Fonte e outras informações, acesse: (https://www.composecure.com/).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap