Alta temporada do e-commerce: 10 recomendações a logística de sua empresa

Nabil Malouli (*)

Você sabia que para muitos varejistas, até 30-40% de suas vendas acontecem neste período? Um período de promoções, que inclui a Black Friday, a Cyber Monday e as festas de fim de ano, aumentam as vendas para as empresas de forma significativa! Este ano provavelmente será ainda maior, já que muitos varejistas sofreram quedas em suas vendas no primeiro, segundo e terceiro trimestres devido à pandemia e terão que apostar em vender mais no último trimestre para combater um 2020 muito difícil.

A competição está aumentando na questão das vendas online; recentemente, grupos como o Mercado Livre, a Amazon e o Magazine Luiza anunciaram crescimentos expressivos no ano e novos investimentos em armazenagem e distribuição no Brasil. O que mostra a importância da logística como diferencial competitivo hoje. A pandemia criou um ano de desafios e oportunidades que serão inigualáveis.

Estudos, como o conduzido pela McKinsey, mostram que, em um par de meses, a COVID-19 acelerou a penetração do e-commerce em 10 anos. Isso significa que esse período será ainda mais crucial para as empresas; na verdade, 62% das organizações definem o gerenciamento da alta temporada como um dos desafios mais críticos em sua estratégia de vendas online.

Mas, enquanto o mundo tenta retornar algum tipo de normalidade após os desafios causados pela COVID-19, as cadeias de suprimentos estarão sob pressão nesta temporada de pico como nunca.

Aqui estão as 10 recomendações críticas para realizar a alta temporada deste ano e satisfazer seus clientes.

  1. Saúde – As organizações precisam ter protocolos e medidas de segurança sanitária que garantam que todos os colaboradores trabalhem em um ambiente protegido e com os equipamentos de proteção individual adequados. Distâncias de segurança, protocolos que garantam o bem-estar e a segurança das pessoas serão fundamentais para as empresas operarem durante essas semanas.

É muito comum que, na alta temporada, muitos temporários sejam contratados para lidar com os volumes, portanto, garantir o rápido treinamento desses funcionários será fundamental para a manutenção de boas práticas sanitárias.

  1. Planeje com antecedência – Conforme nos aproximamos do último trimestre do ano, é importante ter desenvolvido e comunicado um plano sólido em toda a organização para realizar uma temporada de pico bem-sucedida. As datas para grandes compras começam com o Dia dos Solteiros na China em 11/11, seguido pela Black Friday, Cyber Monday, Natal, Ano Novo e o Dia de Reis. Nossa recomendação é desenvolver um plano de trabalho anual, em que a preparação para este trimestre faça parte do DNA das empresas de e-commerce.
  2. Imagine que já está na alta temporada – Apenas pratique, pratique e pratique mais um pouco! É importante testar os picos de demanda antes do início da temporada. Recomendamos que você mantenha e aumente seu desempenho de volume várias vezes a quantidade que planeja entregar durante o pico, antes que se torne realidade.
  3. Envolva suas equipes, vamos trabalhar como um só – É importante se comunicar e incentivar sua equipe de operações para as semanas intensas que estão por vir. Você não será capaz de ter sucesso sem eles, então mantenha-os motivados. Esses períodos são famosos por seu alto foco no volume e no estresse. Passar algum tempo de qualidade com a equipe antes e depois é fundamental para mantê-los atualizados. Além disso, certifique-se de trazer funcionários temporários a tempo de prepará-los para a alta temporada.
  4. Teste seu plano de contingência – Este ano, mais do que qualquer outro, é fundamental revisar detalhadamente seu plano de contingência de negócios para garantir que ele esteja atualizado. Certifique-se de que todos os processos e detalhes de contato sejam precisos e prontos para uso, se necessário. Por que não fazer um teste? Uma das piores coisas que podem acontecer a uma organização é não conseguir operar seus centros de distribuição devido a casos de COVID-19 em suas operações.
  5. Revise as projeções – A previsão de vendas de e-commerce pode ser desafiadora (e mais este ano), e alguns dizem que pode ser impossível prever. No entanto, agora é a hora de trabalharmos juntos, analisar tendências e demandas e revisar os planos existentes. Ou seja, trabalhe em três cenários de volume: o otimista, o conservador e, finalmente, suas projeções esperadas.

Você também deve trabalhar junto com sua equipe de marketing em quaisquer promoções ou campanhas que possam desencadear volumes não planejados. Aprenda com os últimos meses, semanas, não anos, mas seja corajoso em suas previsões.

  1. Revise o planejamento do trabalho – Prepare-se para o aumento da demanda, identificando os talentos necessários antes da alta temporada. Isso lhe dará tempo para alinhá-los com os valores da sua empresa e treiná-los sobre como a organização irá lidar com todos os seus pedidos com eficiência.

Use ferramentas de planejamento de trabalho para cada uma de suas posições críticas e assim você pode avaliar as habilidades necessárias. Mesmo com elevadas taxas de desemprego, existem muitos países e áreas onde ainda é um desafio encontrar o talento certo localmente, esteja atento ao seu entorno.

  1. Coloque sua “casa” em ordem – Certifique-se de ter organizado suas instalações e que suas operações estão prontas para começar. Imagine organizar uma festa em sua casa, com certeza você gostaria que sua casa estivesse limpa e pronta antes que todos os seus convidados chegassem; não é diferente para um armazém ou uma fábrica.
  2. Finalize todas as alterações do sistema – Na medida do possível, você deve tratar de quaisquer mudanças de tecnologia pendentes antes da alta temporada, reduzindo a probabilidade de atrasos em pedidos ou remessas. Um atraso ou problema sistêmico durante a alta temporada pode ser catastrófico em apenas algumas horas, portanto, certifique-se de ter sua equipe de tecnologia conectada à equipe de operação e execução.
  3. Tenha peças sobressalentes disponíveis – Seu negócio de e-commerce pode ser apoiado pela automação, portanto, ter as peças de reposição necessárias para manter sua instalação funcionando 100% é importante.

Como última sugestão, ao selecionar um parceiro logístico, as empresas que entrevistamos dizem que ser capaz de administrar a alta temporada é uma das coisas mais importantes que procuram. Portanto, é importante que você escolha alguém que trabalhará com você de forma colaborativa e, no final das contas, fará desta alta temporada, e todas as seguintes, um verdadeiro sucesso para você e seus clientes.

(*) – É Vice-Presidente Global de E-commerce da DHL Supply Chain (https://www.dhl.com/br-pt/home/imprensa.html).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap