Identidade social

Há quem escolha roupas com o único propósito de cobrir o corpo, para protegê-lo de sol, chuva, vento, calor, frio… Diz não se preocupar com imagem, o nosso aspecto exterior, que apenas o que vem de dentro é que importa. Bobagem. É uma característica humana fazer uma primeira avaliação do outro a partir do que vemos dela. Certamente, não devemos fazer julgamentos a partir do que se veste. Porém é possível transmitir uma enorme quantidade de informação nos primeiros cinco segundos em que você entra na sala de reunião. Que tal usar esse efeito a seu favor?

Diferentemente de outros mamíferos, que usam audição e olfato para entender o mundo e reconhecer os membros de seu pequeno núcleo de convívio, nós usamos a visão como principal sentido. Grande parte do cérebro humano é dedicada a ela. Pense num pequeno bando de macaquinhos, com um macho alfa, algumas fêmeas e as crias mais recentes: quanto menos indivíduos, menos têm que dividir suas provisões.

Com essa capacidade, conseguimos montar organizações mais complexas, em que eliminamos o tempo que é preciso para se criar laços usando apenas o nariz e os ouvidos. Ao socializarmos, colhemos informações visuais para criamos classificações e hierarquias imaginárias, que permitem que dois estranhos se relacionem _aqui vão alguns exemplos.

Quando você encontra um policial de uniforme, uma recepcionista de cia aérea ou um padre, você sente que pode confiar neles, pelo menos para qual deles pedir socorro, informações ou uma benção!… Na praia, você sabe identificar quem está de férias e quem está trabalhando, pelo que estão vestindo (ou não).

Essas generalizações são intuições que temos sobre alguém. E colecionar informações sobre categorias é essencial para sobrevivência. Essas primeiras impressões determinam como interpretamos todo o resto _não é preciso ver muito para ter uma ideia de como é uma pessoa.  

Não é preciso também ter tudo milimetricamente calculado, como se vestisse um outdoor com todas suas intenções. Estes recursos são valiosos principalmente nas situações em que passamos por algum processo de avaliação, com entrevistas de emprego, fechamento de contratos e até um primeiro encontro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap