Você está preparado para futuro?

Marcelo Souza (*)

Todos os anos, o Fórum Econômico Mundial divulga o relatório “The Future of Jobs Report” sobre as tendências no mercado de trabalho.

O documento é feito por executivos e pesquisadores de todo o mundo, que discutem sobre o futuro do trabalho. Assim, cria-se conteúdo de qualidade e relevância, que inclui uma lista de 10 competências necessárias para o profissional de sucesso. Quando foi publicado, no final de 2019, ainda não se tinha ideia de que o mundo seria assolado pela Covid-19.

Estamos passando por uma fase de transformação profunda, Chris Anderson, autor do livro “A Cauda Longa”, diz que: “não estamos em uma era de mudança, mas em uma mudança de era”. Praticamente tudo à nossa volta está sofrendo impactos dessa transformação e, a Covid-19, a um custo muito alto, está sendo um catalisador desse processo, por isso, precisamos olhar a lista das top 10 competências indicadas pelo Fórum com os olhos pós-Covid-19.

. Pensamento analítico e inovação: Nesse momento de incerteza, o mundo vai destacar profissionais que tenham a capacidade de analisar situações desafiadoras e apontar soluções inovadoras, enxergar sua essência, dividi-lo em partes e elaborar uma solução de impacto.

. Aprendizagem ativa e estratégica: Aproveite o benefício da informação na internet e não se acomode com o que já sabe. Não se vence novas batalhas com antigas estratégias e armas.

. Criatividade, originalidade e iniciativas: A combinação e sequência dessas três palavras orienta claramente o que se espera como resultante: inovação.

. Design e Programação de Tecnologia: Hoje, praticamente tudo o que queremos está acessível por meio de um aplicativo. Como humanos dependentes da tecnologia, não é à toa que os profissionais da programação são os mais procurados e bem remunerados atualmente. Invista no setor.

. Pensamento crítico e análise: Como você acha que ideias revolucionárias como Uber, Airbnb surgem? Essas empresas são disruptivas, pois impactam em políticas, economia e sociedade, mudando comportamentos culturais, e só existem porque um dia alguém se levantou e questionou o modelo atual com o famoso “por quê?”

. Solução de problemas complexos: A capacidade de resolver problemas sempre foi uma habilidade bem-vinda nas organizações porque isso é um processo altamente cognitivo, que requer a identificação do objetivo e a coordenação de esforços rumo à sua conclusão.

. Liderança e influência social: A “nova” liderança deverá ganhar uma conotação menos técnica e mais comportamental, exigindo que os líderes não só conduzam pessoas a um objetivo, mas que os influenciem para que tomem decisões corretas, sustentáveis e visando o coletivo.

. Inteligência emocional: Saber gerir as próprias emoções é muito importante para qualquer profissional, pois facilita consistência e liderança. Você realmente conhece a si mesmo?

. Raciocínio, resolução de problemas e ideação: O mercado buscará profissionais que encarem problemas de frente e não terceirizem suas soluções, com raciocínio para refletir e questionar mais.

. Análise e avaliação de sistemas: Analisar as fronteiras de um sistema é primordial, assim, fica mais fácil dar algum tipo de opinião concreta e inteligente sobre seu desempenho.

(*) – É CEO da Indústria Fox, pioneira em indústrias de reciclagem e refurbished de eletrônicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap