Superação

Rogério Marinho (*)

O país está atravessando momento crucial de sua história.

A superação definitiva do passado, o virar a página, exigirá do novo governo retomar o crescimento econômico, garantir ampla liberdade dos cidadãos, restaurar a moralidade pública, dar competência à gestão e diminuir o peso do Estado na vida e no bolso das pessoas.

Nos últimos anos, assistimos indignados os governos do PT aparelhando e ameaçando a independência dos poderes e ferindo a República. Milhões de compatriotas, de todos os credos e tipos, saíram à praça pública para expressar repúdio ao descalabro político e econômico que tomou conta da nação. Foram às ruas contra a mentira, o assalto aos cofres públicos e exigiram o impeachment de Dilma Rousseff.

Jamais o brasileiro deverá esquecer que os governos do PT destruíram os fundamentos macroeconômicos e levaram o país à recessão e à inflação; promoveram irresponsabilidade fiscal e abalaram a confiança dos investidores internacionais; destruíram o sistema elétrico nacional; promoveram ofensa constante ao direito de propriedade; submeteram o povo à lógica do fisiologismo e do assistencialismo vulgar e ameaçaram, enfaticamente, a liberdade de expressão e opinião nos meios de comunicação.

O PT e sua essência bolivariana e totalitária foi revelada. Tão bem escondida durante décadas, o totalitarismo típico do modo de governar petista teve suas vísceras expostas. Hoje, sabe-se que o partido usa os movimentos sociais ao bel prazer, manipulando-os e coagindo-os a ficarem contra os brasileiros. Sabe-se, também, que travou uma guerra de comunicação, pagando com dinheiro do povo blogs obscuros para difamar inimigos e construir mitos políticos.

Denunciamos com vigor a gana por hegemonia de pensamento praticada no país sob a inspiração do pensamento gramsciano e o covarde assédio ideológico feito por doutrinadores contra nossas crianças e jovens estudantes. A ênfase dada por eles ao fisiologismo, patrimonialismo e ao aparelhamento nos levou à degradação econômica e à corrupção moral.

Definitivamente, não será a sorrateira narrativa do “golpe”, obsessivamente reiterada pelo politburo petista, que fará sumir da memória nacional o fato de que eles promoveram a maior crise ética de nossa história com Mensalão e Petrolão. Bilhões foram roubados no intuito de manter no poder uma quadrilha que dilacerou as riquezas nacionais.

A superação da degradação nacional, imposta pelo PT, exigirá coragem, consciência política e visão clara sobre os males que nos abateram. Vamos nos manter vigilantes.

(*) – É deputado federal pelo PSDB-RN.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap