Como o agronegócio se beneficia com a energia solar

Daniel Huber (*)

O setor agrícola é competitivo e exige excelência operacional para se manter à frente da concorrência. Adicionar energia solar a uma propriedade rural não apenas melhora os resultados, mas também é ecologicamente correto. De fato, os telhados e terrenos nesses locais são tipicamente adequados para instalações solares, justamente pela quantidade de espaço disponível e pela ausência de obstáculos físicos que possam interferir na configuração da usina. No entanto, para implementar sistemas fotovoltaicos em fazendas, é preciso fazer certas considerações para que o projeto atinja seu potencial.

Logo de início, existem algumas questões gerais que todo novo proprietário de sistema fotovoltaico deve levar em consideração, como produção de energia, segurança e monitoramento. É importante comparar as soluções de sistemas fotovoltaicos para ver qual oferece mais valor. Por exemplo, em sistemas fotovoltaicos, cada painel solar tem um ponto de potência máxima individual. A geração de energia de cada módulo pode ser afetada por poeira e detritos, sombreamento parcial, neve, excrementos de pássaros e tolerância de fabricação.

Com muitos inversores fotovoltaicos padrão, o gerador solar mais fraco reduz o desempenho de todos os outros painéis. No entanto, soluções com otimização de nível de módulo permitem que cada equipamento produza sua própria energia máxima, eliminando assim as perdas de energia introduzidas pelos diferentes níveis de desempenho do painel.

A segurança é outra consideração importante. Em geral, os sistemas fotovoltaicos são seguros, confiáveis ​​e não representam um perigo inerente a pessoas ou propriedades. No entanto, é importante lembrar que, durante o dia, os painéis e cabos fotovoltaicos são energizados com altas tensões. Para lidar com essas preocupações, regulamentos de segurança mais rigorosos estão sendo implementados por autoridades de incêndio, companhias de seguros e empresas de serviços públicos em todo o mundo.


Pode ser um empreendimento caro atender aos mais altos padrões de segurança, mas, no entanto, existem algumas soluções fotovoltaicas que já incluem dispositivos de segurança incorporados e atendem a esses padrões sem custo extra. Uma solução que diminui a tensão nos fios sempre que a alimentação está desligada oferece maior segurança para ativos, gado, maquinário, estoque e pessoal.

Assim, um sistema fotovoltaico que oferece monitoramento em nível de módulo ajuda a proteger melhor os investimentos e fornece mais controle sobre o desempenho do sistema, oferecendo visibilidade total do desempenho do sistema e aumentando o tempo de atividade. Permite que os proprietários e instaladores do sistema recebam alertas pontuais sobre equipamentos com baixo desempenho e solicitem peças de reposição de forma rápida e fácil. Embora algumas soluções de monitoramento possam ser adicionadas a um custo extra, algumas são fornecidas gratuitamente durante a vida útil do sistema como parte dos custos do equipamento original.

As condições ambientais da indústria agrícola são particularmente difíceis. Isso exige que o equipamento que está sendo instalado seja excepcionalmente robusto. Uma das considerações ambientais mais importantes a ter em conta é a amônia. A produção de amônia na indústria agrícola é causada por fertilizantes e fezes de animais. Na presença de água ou umidade, a amônia cria vapores destrutivos que podem danificar o equipamento. Para garantir o funcionamento adequado dos sistemas fotovoltaicos, os componentes devem ser resistentes à corrosão causada pelo vapor de amônia.

A maioria dos fabricantes de inversores não recomenda a instalação de seus equipamentos em ambientes ricos em amônia, como áreas agrícolas. No entanto, as soluções de inversores de alta qualidade são normalmente testadas quanto à exposição à amônia, tanto em termos de resistência mecânica quanto de proteção contra entrada. Ao selecionar qualquer tipo de equipamento elétrico, é importante entender se os componentes provaram ser resistentes à corrosão por gases de amônia.

Como quase todos os equipamentos para um sistema fotovoltaico em um ambiente agrícola estarão localizados no exterior, é importante garantir que o equipamento seja adequado para uso externo, especialmente no que diz respeito a uma ampla faixa de temperatura. Todos os equipamentos devem passar por testes de ciclo térmico e testes de queima.

Outras condições ambientais a serem consideradas para garantir o desempenho fotovoltaico em áreas agrícolas incluem poeira, água e umidade. Existem classificações internacionais, como IP65 e IP68, que definem o grau em que os equipamentos eletrônicos podem suportar a penetração de poeira de tempestades de areia ou poeira e penetração de água de irrigação ou chuva. Para que os inversores sejam duráveis ​​em condições ambientais difíceis, é melhor que os inversores possam suportar as condições definidas pela classificação IP65, enquanto a eletrônica de potência em nível de módulo deve atender ao padrão mais rigoroso de IP68.

Se todos esses fatores forem levados em consideração, adicionar um sistema fotovoltaico é uma excelente oportunidade para reduzir os gastos com eletricidade que impactam na indústria agrícola. Isso pode ser especialmente importante para se proteger contra a imprevisibilidade da renda agrícola anual e o aumento dos preços da energia.

(*) É Vice-presidente e Gerente Geral da SolarEdge para LATAM, APAC e EMEA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap