Via Digital Motors

Por Lucia Camargo Nunes*

Toda linha Caoa Chery passa a ter opção eletrificada

Enquanto a maioria das montadoras lança híbridos e elétricos em doses homeopáticas, a Caoa Chery surpreende o mercado e transforma todo seu line-up em “eletrificado”.

Os movimentos de mudança começaram em maio, quando fechou sua fábrica em Jacareí (SP) até 2025. Nesse intervalo, o plano é readequar a planta para receber linhas de produção de veículos híbridos e elétricos.

O novo passo segue uma estratégia ousada: dispor de uma opção híbrida a toda sua gama, uma parte com produção em sua outra fábrica, de Anápolis (GO).

“Somos uma empresa nacional, mas brigamos com grandes multinacionais. Precisamos pensar no futuro e estar sempre um passo à frente. Não vai mais existir o carro de grande volume. A indústria mudou, temos mais competidores e os conceitos de manufatura são diferentes. A eletrificação é o futuro. Temos a obrigação de iluminar essa tecnologia”, afirma Mauro Correia, CEO da Caoa.

Elétrico estreia primeiro

  • Save
iCar – Caoa Chery

O primeiro produto dessa nova era chega às concessionárias até o fim de junho. Importado da China, o iCar é um subcompacto 100% elétrico, de pouco mais de 3 metros e que será, por enquanto, o elétrico mais “barato” do Brasil. Em versão única tem preço de lançamento de R$ 139.990.

O motor rende potência máxima de 61 cv e torque de 15,3 kgfm. Sua autonomia é de até 282 km. Em estação de carga rápida, sua bateria pode ser carregada completamente em apenas 36 minutos. Pelo carregador portátil leva 5 horas e pelo cabo de 3 pinos (emergencial), 11 horas.

O espaço é bem limitado nesse compacto de 2 portas. O banco traseiro acomoda adultos desde que os passageiros da frente não sejam muito altos e o porta-malas é minúsculo, de 100 litros. Se rebater os bancos traseiros, chega a 380 litros.

No interior há multimídia de 10,25”, regulagem elétrica nos bancos dianteiros, volante multifuncional, duas entradas USB e carregamento de celular sem fio.

Tiggo 5x, Tiggo 7 e Arrizo 6 são híbridos leves

  • Save
Tiggo 5x Pro Hybrid – Caoa Chery

Fabricados na planta goiana de Anápolis, Tiggo 5x (R$ 169.990) e Tiggo 7 (R$ 199.990) de sobrenome Pro Hybrid chegam em julho com a tecnologia híbrida 48V. Já o sedã Arrizo 6 Pro Hybrid (R$ 159.900) virá importado da China a partir de agosto.

Com motor 1.5 turbo flex, Tiggo 5x, Tiggo 7 e Arrizo 6 passam a render, 10 cv a mais (160 cv com etanol). O torque, em relação ao modelo a combustão, vai de 21,4 para 25,5 kgfm.

A tecnologia híbrida é conhecida por híbrida leve. Ao substituir o alternador por um gerador, o sistema recupera a energia nas frenagens, armazenada na bateria 48V e utilizada para aumentar torque e potência.

Tiggo 8 Pro Plug-in Hybrid é um degrau acima

  • Save
Tiggo 8 Pro Plug In Hybrid – Caoa Chery

Também importada da China, a versão híbrida do Tiggo 8 traz uma tecnologia mais avançada porque é plug-in. São dois motores elétricos, combinados com motor a combustão 1.5 turbo a gasolina de 317 cv e 56,6 kgfm de torque, acoplados à transmissão DHT de 11 marchas.

O consumo médio combinado é de 42,7 km/l. O sistema permite que o SUV rode cerca de 77,6 km de forma 100% elétrica, podendo ser recarregado na tomada quando necessário.

Por dentro, destaque para a tela de 24,6” que integra o painel de instrumentos e o multimídia, 6 ajustes no banco do motorista e som premium da Sony, entre outros itens.

O Caoa Chery Tiggo 8 Pro Plug-in Hybrid chega em agosto por R$ 269.990.

Chevrolet planeja lançar 3 elétricos no Brasil

  • Save
Bolt EUV – Chevrolet

Enquanto a eletrificação de veículos avança no Brasil, mas ainda majoritariamente importada, restrita a carros de alto valor e ainda inacessíveis para a maioria dos consumidores, a General Motors adianta lançamentos nesse caminho, embora um pouco mais distantes.

Lá fora, o grupo promete vender apenas eletrificados a partir de 2035. Para o Brasil, a Chevrolet confirmou a chegada de três novos elétricos a partir do próximo ano e a intenção de produzir veículos elétricos por aqui, tornando o país um polo exportador.

Em 2023 está prevista a chegada do Bolt EUV, versão SUV do elétrico Bolt. Em julho, a montadora dará mais detalhes da Blazer EV, mas que só chega aqui em 2024, mesma ocasião que deverá vir o Equinox EV.

*Lucia Camargo Nunes é economista e jornalista especializada no setor automotivo, editora do portal www.viadigital.com.br. E-mail: [email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap