Trump fora do Facebook por dois anos

Vivaldo José Breternitz (*)

O Facebook anunciou a suspenção de Donald Trump por dois anos. O anúncio foi feito nas redes sociais, ressaltando que ao fim de 24 meses, seu Oversight Board avaliará novamente o caso. O Board é um grupo independente que supervisiona as medidas tomadas pelo Facebook, a fim de garantir que sejam justas e transparentes.

A rede social havia banido Trump definitivamente em 7 de janeiro; agora, volta atrás, por determinação do Oversight Board, reduzindo o tempo de banimento para dois anos, mas reafirmando que as ações do ex-presidente constituíram uma violação grave das regras e que ao final desse período, o Facebook avaliará se as ações e declarações de Trump ainda são riscos à segurança pública.

Dependendo dessa avaliação, Trump poderá ser readmitido, ter a suspensão prorrogada ou então, ser banido definitivamente – a penalidade se estende às contas que o ex-presidente mantém no Instagram. O Twitter também baniu Trump.
O Oversight Board disse que a decisão inicial, o banimento definitivo, foi arbitrária, e que Trump deveria ter sido tratado como os demais usuários das redes, de forma transparente.

Antes de ser suspenso, o ex-presidente tinha cerca de 35 milhões de seguidores no Facebook e 88 milhões no Twitter. Esses números tornam o banimento arbitrário um tema delicado, dado o poder das rede sociais, que, se tomarem partido em eleições, podem comprometer o processo democrático.

(*) – Doutor em Ciências pela USP, é professor da Faculdade de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap