Robô faz parte do corpo de funcionários

  • Save
Imagem: AI/Tinbot Robótica

A Cocamar é uma cooperativa agroindustrial que existe desde 1963. Atualmente já possui mais de 80 unidades operacionais espalhadas pelo país e conta com 15 mil associados que atuam com a produção de soja, milho, trigo, café e laranja.
Por ser uma empresa que visa crescimento rentável com foco em qualidade, a cooperativa decidiu investir em inovação e tecnologia ao adotar o Tinbot, primeiro robô brasileiro interativo que reúne Inteligência Artificial, Cognição e IoT (Internet of Things) para agregar a equipe de funcionários a fim de aprimorar o atendimento.
Na Cocamar, o robozinho maringaense fica na recepção, onde, além de ser responsável pela transmissão de informações sobre a empresa programadas e configuradas pela própria cooperativa – como a história da Cocamar, seus cooperados e valor da saca de soja, por exemplo -, também tem a missão de humanizar o ambiente, sendo o meio de comunicação entre visitante e colaborador. Em período de isolamento social, tal funcionalidade permite que o contato seja feito sem precisar ser físico, como medida de segurança devido a pandemia.
“A gente se apaixona cada vez mais pelo Tinbot”, diz Marco Diniz Garcia Gomes, Líder de Produto da Tinbot Robótica. “Por mais que estejamos focados na parte tecnológica do robô e em como permitir que ele tenha mais funções, cada vez que ele é utilizado em tarefas mais humanizadas ficamos ainda mais orgulhosos. E promover a tecnologia e a simpatia do Tinbot a quem mais precisa é ainda mais gratificante”. Recentemente, o robozinho ficou na linha de frente no combate ao coronavírus, atuando na recepção da Santa Casa de Maringá e também na pediatria do Hospital Universitário de Maringá dando dicas de prevenção contra a Covid-19 e promovendo a interação entre pacientes internados e familiares via chamada de vídeo.
Desenvolvido pela Tinbot Robótica, startup parte do Grupo DB1, grupo de empresas brasileiras de tecnologia com sedes no Brasil, Argentina e EUA, o robô conta com fala natural em português, reconhecimento facial e de voz, gestos e expressões, além de ser integrável a outros sistemas por meio de APIs, possibilitando interatividade e personalidade humanizada. Fora isso, permite que cada empresa personalize e programe a plataforma de acordo com suas necessidades (https://www.tinbot.com.br)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap