108 views 4 mins

Relatório global aponta quais questões de segurança devem moldar o ano

em Tecnologia
terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

A Prosegur Research, centro de Insight & Trends do Grupo Prosegur, acaba de apresentar o estudo “O Mundo em 2024”, um relatório global sobre as tendências e os desafios emergentes que devem moldar o cenário da segurança na sociedade neste ano.

Por meio de um modelo consolidado utilizado ao longo de três anos, a empresa analisou detalhadamente alguns aspectos do futuro que interconectam esferas políticas, econômicas, sociais, tecnológicas e ambientais. Confira:

  • Crime organizado em ascensão – A tendência de aumento alimenta o ecossistema da criminalidade convencional por meio de diferentes tipologias, como fraude interna, perda desconhecida ou aumento de golpes, afetando especialmente as empresas.
  • Incerteza geopolítica – Fatores como desinformação, conflitos armados, mudanças nos países pertencentes ao Norte Global e eleições em mais de 70 países, com mais de 4 bilhões de pessoas convocadas para votar em 2024, além das mais de 2,4 milhões de pessoas refugiadas que precisarão ser reassentadas (um aumento de 20% em relação a 2023), configuram um mundo com níveis máximos de incerteza e desordem.
  • Surpresas estratégicas – O desenvolvimento tecnológico traz diversas oportunidades de negócios e é considerado uma alavanca importante para a mudança social. No entanto, em paralelo, tudo é suscetível a ser utilizado como arma: informações, dados pessoais, energia, chips, investimentos, gestão de fluxos migratórios, etc. O uso malicioso da IA, conhecido como “wIAponization”, destaca-se como uma das maiores ameaças nos próximos anos.

O relatório enfatiza especialmente o âmbito empresarial. Além de coletar as preocupações de CEOs de diversas empresas, oferece uma análise minuciosa da segurança em diferentes setores, destacando os desafios e oportunidades específicas de cada um. O estudo destaca, no setor de varejo, os desafios relacionados à criminalidade contra empresas e à adaptação a um mercado digital em constante mudança.

Na logística, concentra-se na gestão eficiente da cadeia de suprimentos diante de incertezas geopolíticas e fenômenos climáticos. O setor imobiliário destaca a importância da segurança jurídica e da gestão de riscos em um ambiente de urbanização crescente, enquanto o setor financeiro e energético são especialmente afetados pela volatilidade econômica, necessidade de adaptação tecnológica e gestão de riscos associados a eventos climáticos extremos.

Já na indústria em geral, enfrenta o desafio de integrar avanços tecnológicos mantendo a segurança em seus processos. “Nosso propósito não é prever o futuro, mas contribuir para moldar um mundo mais seguro por meio de uma análise atenta e uma reflexão ponderada.

Adotando uma perspectiva multidimensional, nosso objetivo é fornecer às empresas e líderes as ferramentas analíticas e conceituais necessárias para navegar em um ambiente global tão mutável quanto imprevisível”, comenta José María Blanco, Diretor da Prosegur Research. O relatório enfatiza que a análise representa apenas uma faceta das múltiplas variáveis, tendências e atores que podem configurar um leque infinito de cenários no mundo atual.

Nesse contexto, preparar-se para 2024 implica encontrar um equilíbrio entre rigor e agilidade, promovendo um fluxo livre de ideias entre pessoas, que são o recurso mais valioso de qualquer organização. Por meio do talento e da inovação é possível dominar a tecnologia e contribuir para criar um mundo mais seguro e próspero. – Fonte e mais informações: (https://www.prosegur.com.br/).