185 views 3 mins

Postagem em redes sociais orgânicas ou pagas?Na dúvida, fique com as duas

em Tecnologia
terça-feira, 12 de setembro de 2023

O Facebook tem um perfil de público. O TikTok tem outro diferente que não é o mesmo do Instagram que, por sua vez, é completamente diferente do LinkedIn. Em comum, todas as redes sociais têm a responsabilidade de criar e manter conexões entre empresas ou profissionais e seus públicos.

Sem dúvida, o mundo está redes socais e as empresas estão em praticamente todas. Por serem ferramentas essenciais para qualquer negócio, é importante saber como usar essas plataformas para alcançar o público certo com os melhores resultados.

Para Ediney Giordani, Especialista em Marketing Digital da KAKOI Comunicação, os empreendedores ficam confusos quando precisam decidir se vale a pena investir em postagens pagas ou adotar a estratégia do post orgânico:

“É importante desmistificar o post orgânico do pago. O algoritmo da maioria das redes funciona de maneira que o post orgânico alcance pouquíssimas pessoas, forçando o impulsionamento, ou, como no TikTok, oferece um alcance gigante sem necessariamente alcançar o público certo. São apenas números” reflete Giordani.

Dá para abandonar o orgânico?
Em 2023, as postagens do Facebook sem impulsionamento tem alcance orgânico médio de apenas 0,53%. Caso sejam bem trabalhadas, até podem alcançar um público maior, mas para estratégias de marketing agressivo, as chances da publicação passar despercebida são grandes:

“É importante que cada marca identifique onde está seu público alvo e criar estratégias focando nessa rede. Uma combinação interessante é impulsionar todos os posts da rede principal e deixar como orgânico as redes secundárias”.

Ediney lembra que é possível melhorar o alcance de uma postagem orgânica por meio de conteúdos relevantes que sejam de interesse do público-alvo, usando estratégias como hashtags e outras ferramentas de divulgação.

Sem dúvida, o caminho das vendas em redes sociais está nos anúncios pagos. São eficazes, alcançam público específico e geram conversões em vendas. É preciso acompanhar o progresso, a taxa de cliques e de conversão. Para essa estratégia online é preciso que um gestor de tráfego garanta a exposição certa e no momento certo:

“Ambas estratégias precisam estar presentes para uma ação global de redes sociais. Ter postagens que servem como âncoras institucionais e outras para atrair clientes, tudo é questão de saber dosar na estratégia” completa Ediney.