O futuro da análise de dados passa pela RPA e Cloud

Guilherme Tavares (*)

Em um mundo cada vez mais tecnológico e globalizado, a maioria das empresas enfrenta o desafio do gerenciamento de grandes volumes de dados.

Bem como de trabalhos manuais que demandam tempo e, além disso, ainda correm grande risco de erros durante o processo de análise desses dados — fato que não é nada produtivo e efetivo para uma organização. Hoje, mesmo estando na era da transformação digital, é comum nos depararmos com empresas que não investem na automação de alguns serviços ou no armazenamento em nuvem mesmo sabendo o quanto isso é importante para as organizações como um todo.

Neste sentido, é imperativo pensar no quanto toda essa tecnologia que temos hoje pode ajudar as empresas a terem mais produtividade e redução no tempo de produção, potencializando o serviço prestado pelos colaboradores e otimizando o trabalho 100% manual, sobretudo com o uso da tecnologia para execução de processos repetitivos.

Ou, indo além, como um bom servidor em nuvem pode deixar todos os seus dados mais seguros e com fácil acesso para todas as pessoas autorizadas da empresa.
Logo, é inegável que a tecnologia pode ajudar em diferentes frentes, reduzindo até mesmo os recursos aplicados e contribuindo para uma diminuição de gastos desnecessários.

É fundamental entender o papel da RPA – Toda empresa precisa conhecer muito bem os dados armazenados, isso é fato. Para que a etapa de análise seja eficiente, utilizando ferramentas tecnológicas práticas e rápidas, a automação surge como uma alternativa viável, reduzindo, inclusive, o número de erros, uma vez que os dados são insumos em constante mudança e nem sempre é possível acompanhar tais alterações.

Assim, com a RPA, não é preciso alocar um colaborador exclusivamente para tarefas repetitivas, uma vez que a tecnologia consegue desempenhar este processo de forma totalmente automatizada. Inclusive, a tendência é que a indústria de RPA continue crescendo, conforme aponta o levantamento State of the RPA Developer Report 2021.

A maioria dos entrevistados (92%) pontuou que acreditam no alto potencial de crescimento da RPA nos próximos anos, enquanto 77% esperam que as empresas contratem mais desenvolvedores. A importância do armazenamento em nuvem – Ou cloudcomputing, já mostrou sua importância ao longo dos últimos anos.

Por ser uma tecnologia confiável e consistente, que ajuda diretamente as empresas a guardarem informações em um único servidor remoto com uma grande capacidade de armazenagem e processamento de dados, a cloud se destaca no mercado justamente pela confiabilidade por traz desse tipo de armazenamento.

Por isso, não é exagero nenhum afirmar que o sucesso e o futuro da análise de dados também passam pela nuvem. No âmbito empresarial, a computação em nuvem consegue promover vantagens diversas, como serviços com maior agilidade e escalabilidade, bem como segurança e confiabilidade nas operações.

Além disso, não demanda um grande investimento com infraestrutura, como é o caso de data centers, por exemplo, resultando na redução do uso de espaços físicos. Concluindo, destaco a dimensão do impacto que essas mudanças provocam para a rotina operacional.

Com isso, tem-se um cenário automatizado e capaz de suportar um fluxo de dados que só tende a crescer, com profissionais preparados para utilizar informações de forma analítica e estratégica, condição que abre portas para um futuro de inúmeras possibilidades.

(*) – Com pós em Marketing e Geoprocessamento e graduação em Publicidade e Propaganda, é COO do Grupo Toccato (https://toccato.com.br/).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap