Dicas para proteger sua empresa de vazamentos e ataques hackers

Nos últimos meses a proteção de dados tem ganhado cada vez mais atenção entre as pautas de tecnologia no Brasil. Um dos principais motivos do tema estar em evidência são os recentes vazamentos de dados que abriram o ano de 2021 expondo informações telefônicas, financeiras e outros dados pessoais de mais de 200 milhões de brasileiros. Mas como as empresas podem se proteger para que não tenham seus dados, ou ainda, os dados de seus clientes vazados?

Segundo Arnaldo Mapelli, gerente comercial da Zyxel, multinacional taiwanesa especializada em soluções de conectividade e redes corporativas, mais do que nunca, é fundamental que as empresas se preparem para lidar com possíveis ataques e vazamentos, independente do porte e do tipo de negócio. “É sempre importante lembrar que a LGPD já está em vigor no país. Isso só ressalta a importância da implementação de ferramentas que garantam a segurança que as empresas precisam para operar e atuar em conformidade com a nova legislação.

Agora, caso haja roubo de informações a partir de uma invasão, as empresas que detém esses dados também são responsabilizadas, o que pode representar risco e prejuízos elevados.”, comenta o executivo, que completa: “Quanto mais sensíveis os dados a serem manipulados, mais robusta deve ser a infraestrutura para evitar esses ataques”. Apesar dos riscos aos quais toda operação digital está vulnerável, com a implementação de iniciativas práticas e o investimento em soluções de infraestrutura, é possível diminuir as chances de sofrer invasões e roubo ou sequestro de informações.

Entre as principais dicas, que valem para qualquer tipo de negócio, é necessário rever quais são os processos internos que incluem informações sensíveis e definir protocolos de comunicação seguros e criptografados, com transações via VPN. Essas adequações devem ser realizadas a partir de um estudo de vulnerabilidade da rede, por um profissional de T.I, que deverá identificar potenciais falhas de segurança.

Também é importante avaliar a estrutura de rede da empresa, adotando soluções que colaboram para a proteção dos dados, como um Firewall UTM Zyxel, por exemplo – certificado pela ICSA Labs – que garante camadas extras e resguarda os diversos dispositivos conectados à rede, e as respectivas informações contidas nesses devices, com antispam, antivírus, VPN, entre outras funcionalidades. O firewall UTM é uma ferramenta que protege contra diversos tipos de ameaças externas provenientes da internet, além de otimizar o gerenciamento da rede e das diversas conexões que uma empresa demanda.

Além de toda a infraestrutura, é importante também definir uma política para o tratamento de dados pessoais, definindo como será a retenção e descarte dessas informações, bem como os responsáveis por essa governança. Neste caso, o acesso via VPN pode ser um excelente aliado, já que permite que os dados trafeguem de forma criptografada, oferecendo maior segurança.

Por último, mas não menos importante, também vale se atentar aos protocolos para a escolha de fornecedores de confiança, incluindo a contratação das empresas responsáveis pela proteção e segurança digital. Com a expertise voltada à segurança da informação, esse tipo de investimento pode ser determinante entre uma rede protegida e outra que se mantém vulnerável aos possíveis ataques hackers. – Fonte e outras informações: (www.zyxel.com.br).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Shares
Share via
Copy link
Powered by Social Snap